Entrevista a Pedro Medina Ribeiro, escritor Português

Bom dia a todos, Como tem vindo a ser habitual, quase dia sim dia não, tenho-vos apresentado um autor português novo. Pois é com muito go...

Bom dia a todos,

Como tem vindo a ser habitual, quase dia sim dia não, tenho-vos apresentado um autor português novo. Pois é com muito gosto que vos apresento Pedro Medina Ribeiro que, embora ainda me falte ler as últimas páginas do seu livro de estreia, posso dizer que tem grande talento e que muito dificilmente alguém se arrependerá de ler o seu livro.
Passemos então ao autor:

Sobre mim:
Tenho 32 anos. Nasci e cresci em Lisboa, mas desde há algum tempo vivo em Lagos, onde sou professor de Físico-Química.
Sou uma pessoa bem-disposta, que gosta de andar a pé, conhecer pessoas interessantes, viajar, e, claro, ler bons livros. A leitura e a escrita fazem parte da minha vida desde que me lembro.


Estilo e Ritmo de Escrita:

Este livro - A Noite e o Sobressalto - é um livro de contos.
É frequente dizer-se que o conto é o género mais difícil para um escritor. Não sei se é verdade, mas é sem dúvida um desafio pesar cada palavra e cada parágrafo, com a noção clara de que numa história de poucas páginas não se podem desperdiçar recursos nem correr o risco de distrair o leitor com má prosa.
Apercebi-me de que nas minhas histórias segui uma receita antiga: pessoas comuns vêem-se, de repente, em situações extraordinárias, e não deixei de utilizar o sobrenatural ou o fantástico para envolver o leitor através desse sentimento, tão antigo quanto universal, que é o medo. Talvez seja excessivo dizer que A Noite e o Sobressalto é uma colecção de histórias de horror, mas não me importava de causar um certo desconforto num leitor desprevenido...


Influências:

Estou convencido de que todos os livros nos influenciam: ou porque gostamos deles e gostaríamos de escrever assim, ou porque não gostamos e não queremos cometer os mesmos “erros”. Sim, definitivamente, aprende-se muito com os livros de que não gostamos...
Sem fugir à pergunta, tenho a confessar “dívidas literárias” a autores como Edgar Allan Poe, sir Arthur Conan Doyle ou a Alexandre Dumas, porque passei muitas horas a lê-los e a entusiasmar-me com as suas aventuras. Quando escrevo gosto de imaginar que os leitores se vão entusiasmar também, como eu me entusiasmei com estes mestres. Uma leitura em que o leitor não se envolve tende a ser aborrecida e não há nada pior do que um livro maçador.


Projectos futuros:

Quero experimentar outros géneros e outros tipos de histórias, desde a literatura infantil a romances. Talvez mesmo teatro. Mas, na minha opinião, a literatura e a pressa não costumam dar-se bem e o mais provável é que vá demorar até que outras escritas vejam a luz do dia...


O livro de estreia do autor:

A Noite e o Sobressalto

Editora: Oficina do Livro

Sinopse: «O que têm em comum Londres, Berlim, Alentejo ou Praga? São cenários onde se desenrolam as histórias reunidas neste livro, na tradição da narrativa fantástica de Edgar Allan Poe, ou Sir Arthur Conan Doyle.
Pedro Medina Ribeiro, numa escrita elegante e rica em imagens, transporta-nos para um universo de mistério em que nem tudo é o que parece, cativando o leitor pela qualidade da narrativa e prendendo-o pela curiosidade, só o largando no final de cada história, de forma repentina e surpreendente. Em sobressalto.
No prefácio da obra, a escritora Deana Barroqueiro escreveu: «Com uma linguagem elegante e rica de matizes, o autor esculpe com as suas metáforas, comparações e jogos de palavras o absurdo do mundo de aparências, que é o das suas personagens, sem deixar todavia de ser o nosso, revelando com esse distanciamento a sua maturidade como escritor.»


Facebook do autor
O autor na Wook

Votos de muito sucesso e obrigado por me teres enviado o teu livro. Ontem mal o conseguia parar de ler. Mas vou deixar a minha opinião final para outro post :)

1 comentários