Opinião: "A Possessão" (Laços de Sangue #2) de Jennifer Amintrout

A Possessão (Laços de Sangue #2) Jennifer Armintrout Editora: Gailivro Colecção: 1001 Mun...

A Possessão (Laços de Sangue #2)
Jennifer Armintrout

Editora: Gailivro
Colecção: 1001 Mundos
Nº de Páginas: 343

Sinopse: "O meu pai sempre me disse que o medo é uma fraqueza.Ora, isso é fácil de dizer quando não temos de nos preocupar com caçadores de vampiros e água benta. Detesto o medo, mas a vida, ou melhor, a morte continua.Nos dois meses que passaram desde que fui atacada, na morgue do hospital, e transformada em vampiro, já matei o meu amo malévolo, Cyrus, apaixonei-me pelo meu novo amo, Nathan, e até me acostumei a beber sangue. E quando as coisas estavam a regressar ao normal - o mais normal possível quando a luz do sol nos pode matar - Nathan é possuído. E massacra um humano inocente. Agora tenho de encontrar Nathan antes que o Movimento Voluntário para a Extinção dos Vampiros o localize, porque estão apenas à espera de uma desculpa para o matar - a ele e a qualquer outro que seja suficientemente parvo para o ajudar. Mas isso não é o pior. Nathan está possuído pelo espírito de um dos vampiros mais malévolos de sempre, O Devorador De Almas. E quem pode imaginar quais serão os seus planos? Com o devorador de Almas e o meu amo possuído à solta, sinto muito medo, incluindo ser morta, outra vez. "

PS: Para quem não leu o primeiro livro é possível que contenha alguns SPOILERS.

Opinião: "A Possessão" é o segundo livro da série "Laços de Sangue". Depois de um primeiro livro, "A Iniciação", muito bom e original, este segundo foi simplesmente impossível de largar. Uma narrativa cruel, mas apaixonada, com um ritmo estonteante, deixa-nos presos à leitura desde a primeira palavra à última.

Carrie anda com pesadelos. Quando acorda, Nathan está sentado a olhar para ela... O facto de Nathan andar a vigiar o sono dela é mau sinal. Nunca nada de bom advém daí. É como se ele conseguisse pressentir que algo de mal vai acontecer.
E não tiveram que esperar muito. Numa noite como tantas outras, quando Nathan vai trabalhar para a loja, Carrie deixa de sentir a sua ligação de sangue com Nathan. O pânico apodera-se dela e ela vai à procura dele saber o que aconteceu. O cenário com que se deparou parece irreal. Nathan está nu, cheio de símbolos gravados na própria pele e completamente irreconhecível. Ataca-a. Mas num momento de lucidez , larga-a e foge. Que raio se estará a passar?

Desde cedo nota-se uma clara evolução na narrativa de Jennifer Amintrout. Se no primeiro livro já a tinha achado consistente e forte, neste aparece mais madura, mais ousada e até mais sensual.
Personagens que no livro anterior não desempenharam papéis de grande destaque, aparecem agora como fundamentais, e outras que pensávamos extintas voltam para nos surpreender! (Quem são essas personagens? Não digo =P! Fica para quando lerem o livro. Descobrirão rapidamente de quem falo).

É um livro de emoções fortes. É impossível ficarmos indiferentes a tudo o que se vai passando. Grande parte dos acontecimentos envolvem uma entrega muito grande por parte de algumas personagens e é difícil não gostarmos de quase todas. Nem falo só de Carrie, que é a personagem principal, mas de outras que se juntam a ela nesta luta imparável contra o Devorador de Almas.

Confesso que gostava de falar mais sobre o livro, mas dada a sinopse, iria de certeza "spoilar" o livro. Mas gostei tanto, mas tanto dele, que estou aqui a conter-me para não vos dizer mais nada!

Por isso, e para acabar, vos digo, se gostaram do primeiro vão Amar este! Não percam muito tempo quando o virem nas lojas e devorem-no.
Jennifer Amintrout veio, assim, para ficar e conquistar todos os que a lerem. Uma leitura viciante, horripilante e muito, muito boa. Adorei.

13 comentários