Opinião: "Os Jogos da Fome" de Suzanne Collins

Os Jogos da Fome (Os Jogos da Fome #1) Suzanne Collins Editora: Editorial Presença Colecção: Via Láctea Nº de Páginas: 256 Sino...

Os Jogos da Fome (Os Jogos da Fome #1)
Suzanne Collins

Editora: Editorial Presença
Colecção: Via Láctea
Nº de Páginas: 256

Sinopse: Num futuro pós-apocalíptico, surge das cinzas do que foi a América do Norte Panem, uma nova nação governada por um regime totalitário que a partir da megalópole, Capitol, governa os doze Distritos com mão de ferro. Todos os Distritos estão obrigados a enviar anualmente dois adolescentes para participar nos Jogos da Fome - um espectáculo sangrento de combates mortais cujo lema é «matar ou morrer». No final, apenas um destes jovens escapará com vida… Katniss Everdeen é uma adolescente de dezasseis anos que se oferece para substituir a irmã mais nova nos Jogos, um acto de extrema coragem… Conseguirá Katniss conservar a sua vida e a sua humanidade? Um enredo surpreendente e personagens inesquecíveis elevam este romance de estreia da trilogia Os Jogos da Fome às mais altas esferas da ficção científica.

Opinião: Todas as opiniões que li sobre este livro são extremamente positivas. Tanto que, no Goodreads.com, a média da sua pontuação é 4,56... Quando me vi com ele nas mãos, foi impossível não começar a lê-lo. E acreditem, não parei...

Os Jogos da Fome é o primeiro livro de uma trilogia que se adivinha ser uma das melhores que já li. Bastante irreverente e por vezes chocante, esta obra retrata uma sociedade divivida em 12 distritos com um centro - o Capitólio - que controla e governa tudo. E todos os anos são organizados os jogos da fome. É incrível como toda a narrativa se processa. Desde o início que temos Katniss como narradora, sendo impossível não nos afeiçoarmos a ela. Ver o mundo pelos olhos dela é uma experiência fantástica. Mas quando Katniss ouve o nome da sua irmã ser escolhido para os jogos da fome, é que a acção realmente começa.

Os Jogos da Fome são um acontecimento brutal. Brutal em vários sentidos. Desde a luxuosa preparação dos participantes ao abandono, frio e cruel, numa arena para só um restar com vida. Durante os Jogos, muitas alianças são formadas, muitos são traídos, mas as melhores surpresas vêm sempre de onde menos se espera. Gostei imenso do Peeta, o outro escolhido do distrito 12. Mesmo perante as opiniões dúbias que vão surgindo sobre ele (amigo ou traidor), acho que está uma personagem muito bem construída, misteriosa e que dá um toque muito especial a toda a história.

Com uma escrita leve, corrida e completamente viciante (acabei a lê-lo noite adentro até chegar ao fim), este livro traz até nós uma experiência inesquecível e bastante marcante. As características de cada distrito, o que cada um sofre/beneficia, são tratadas de forma bastante crua, sem ser, no entanto, exagerada. E, embora tenha o rótulo de livro para público juvenil, não tenho dúvida alguma que pode agradar a qualquer adulto. Adorei.

17 comentários