Opinião: 'A Cruz de Morrigan' (Trilogia do Círculo #1) de Nora Roberts

A Cruz de Morrigan (Trilogia do Círculo #1) Nora Roberts Editora : Saída de Emergência Chancela : Chá das Cinco Sinopse : Irlanda,...

A Cruz de Morrigan (Trilogia do Círculo #1)
Nora Roberts

Editora: Saída de Emergência
Chancela: Chá das Cinco

Sinopse: Irlanda, século XII. O feiticeiro Hoyt está destroçado pela perda do seu irmão gémeo, transformado num vampiro pela poderosa Lilith. A deusa Morrigan está determinada a enfrentar Lilith e avisa Hoyt de que chegará um dia em que se formará um círculo de seis, destinado a enfrentar Lilith e salvar a Humanidade. Hoyt usa os seus poderes para viajar à Nova Iorque dos dias de hoje onde descobre o seu irmão, um homem bem-sucedido mas frio e cínico, e pede-lhe auxílio na luta contra Lilith.Mas o círculo não está completo sem os poderes mágicos da artista Glenna Ward. Hoyt não confia na magia dela, mas ambos farão tudo para alcançar os seus objetivos. E ao enfrentarem legiões de inimigos,  percebem-se de que o amor que cresce entre ambos poderá aumentar as probabilidades de derrotarem Lilith…

Opinião: A Cruz de Morrigan inicia uma trilogia de estilo bastante diferente do que é habitual da autora Nora Roberts. Estamos habituados a associar esta escritora a uma registo romântico com alguma intriga e mistério, mas nesta obra descobrimos outra faceta sua. Mitologia, esoterismo e uma boa dose de coragem e fé, para não falar no amor, são os ingredientes chave nesta viagem pela Irlanda, na luta do bem contra o mal.

Os humanos estão em perigo e nem os deuses ficam indiferentes. Lilith, a vampira mais poderosa, ameaça extreminar a humanidade espalhando o caos, a morte e o sofrimento. Morrigan, a deusa celta da guerra e da morte, está determinada a não deixar que tal aconteça. Para isso escolhe seis pessoas, de diferentes eras, com diferentes poderes - uma bruxa, um feiticeiro, um vampiro, um guerreiro, uma erudita e um metamorfo. Quando finalmente estes seis se juntam, torna-se evidente que não estão preparados para a ameaça que aí vem. Cabe-lhes então iniciarem um treino duro, cheio de perigo e com algumas perdas pelo meio, que os vão marcar para sempre.

Nota-se que é um primeiro livro de introdução ao mundo e aos poderes nele existentes. A autora apresenta-nos as várias paisagens e cenários que serão determinantes aquando da batalha final, tal como nos apresenta cada personagem e nos dá a conhecer as suas personalidades. Gostei imenso de Cian, o vampiro, e de Hoyt, o feiceiro. Sendo irmãos e devendo estar, supostamente, em lados opostos, é engraçado como vão quebrando as barreiras um do outro criando uma ligação que não deixa o leitor indiferente. Também a forma como a autora usou o amor entre Hoyt e Glenna para criar uma arma poderosíssima contra a escuridão, mostra-nos que apesar de muitas vezes o amor poder ser uma fraqueza, também pode ser a salvação.

Sem dúvida uma obra muito romântica com uma escrita bastante leve e simples. A combinação entre a violência e os momentos de paz está bem equilibrada, fazendo com que a obra não se torne demasiado cor-de-rosa. Gostei e estou bastante curiosa para saber como é que a história se vai desenrolar.

A Cruz de Morrigan - Nora Roberts - www.wook.pt

8 comentários