Opinião: 'O Lado Negro da Lua' (Predadores da Noite #10) de Sherrilyn Kenyon

O Lado Negro da Lua (Predadores da Noite #10) Sherrilyn Kenyon Editora : Saída de Emergência Chancela : Chá das Cinco Sinopse : Sus...

O Lado Negro da Lua (Predadores da Noite #10)
Sherrilyn Kenyon

Editora: Saída de Emergência
Chancela: Chá das Cinco

Sinopse: Susan Michaels foi a melhor repórter da cidade até ao dia em que um escândalo arruinou a sua carreira. É então que obtém uma pista numa história que pode restaurar a sua reputação. O que não esperava era ter a sua vida e cidade ameaçada por um grupo de vampiros letais prestes a dominar Seattle. Como se isso não fosse suficiente, Susan adota um gato. Mas não é um gato qualquer e sim um que se transforma num caçador de vampiros chamado Ravyn. A vida de Ravyn foi destruída séculos atrás quando confiou nas pessoas erradas. Perdeu a família, a honra e a própria vida. Agora poderá vingar-se se conseguir confiar em Susan. No mundo dos Predadores da Noite, a vida é sempre perigosa. Ainda mais agora, pois uma mulher pode despedaçar todo o mundo se contar uma história. Será Susan capaz de o fazer?

Opinião: Sherrilyn Kenyon tem-nos habituado a histórias fantásticas. Seja sobre um Predador da Noite ou um Predador do Homem, a verdade é que rapidamente os personagens se tornam irresistíveis, a acção fervilhante e quando damos por nós já passaram horas desde que iniciámos a leitura! O Lado Negro da Lua não foge à regra.

Susan Michaels é uma mulher de uma perspicácia notável. Com bons instintos, começou por usá-los no jornalismo até ter caído numa espécie de armadilha e a sua carreira ter ido por água a baixo. Desde então trabalha no jornal de um amigo seu cujas notícias têm como títulos 'Mulher compra um peixinho e acaba comida por um tubarão'. Apesar de agradecer o gesto do seu amigo, todas aquelas irrealidades são difíceis de engolir e sente falta da sua vida anterior. Porém, mal pode ela imaginar o quanto todas aquelas alucinações publicadas pelo jornal são reais.

Ravyn é um Predador do Homem que se transforma num gato/leopardo. Em tempos, foi altamente traído pela única mulher que tinha amado e confiado em toda a sua vida. Graças a essa traição, grande parte da sua família foi morta e os únicos sobreviventes, dois irmãos e o pai, trataram de o matar. A sua sede de vingança era tal que não pensou duas vezes em tornar-se num Predador da Noite. Depois de conhecer Susan, a ligação entre ambos torna-se inevitável. Conseguirá ele confiar novamente?

A vida destes dois cruza-se de forma inaudita. Susan vai ter com uma amiga veterinária que, em modo de súplica, pede-lhe que pegue no gato, escolhido de forma aleatória, e saia dali para fora. Gato esse que não é nem mais nem menos que Ravyn, que tinha sido capturado numa missão conjunta entre humanos e Daemons, para abate. Pois é, desta vez os humanos aliaram-se aos Daemons para perseguirem e matarem todos os Predadores da Noite de Seattle e não vão desistir facilmente.

Esta é uma história de amor, com bastante sofrimento e sacrifício pelo meio. A autora consegue uma vez mais inovar, apesar de já ser o 10º livro, e mesmo não sendo tão excitante como alguns dos anteriores, deixa bastante em aberto. Neste volume voltamos a rever uma personagem que, para qualquer leitora atenta desta saga, vai, certamente, deixar uma grande ansiedade para os próximos episódios. Acheron em breve vai ter de enfrentar um dos maiores desafios de sempre.

Em suma, e como vem sido hábito da autora, temos aqui um bom livro, com uma escrita simples, mas apaixonada e que nos prende do início ao fim. Gostei.

0 comentários