Opinião: Scarlet (Lunar Chronicles #2) de Marissa Meyer

Scarlet (Lunar Chronicles #2) Marissa Meyer Editora : Grupo Planeta Sinopse : Neste livro temos duas histórias paralelas: a continu...

Scarlet (Lunar Chronicles #2)
Marissa Meyer

Editora: Grupo Planeta

Sinopse: Neste livro temos duas histórias paralelas: a continuação das aventuras de Cinder que se cruza com Scarlet, uma rapariga do campo que vive no outro lado do mundo e que se depara com o misterioso desaparecimento da sua avô. A par destas duas personagens femininas não podia falta uma nova personagem masculina – Wolf -, enigmática e fascinante que irá cativar os leitores. A história revela-nos mais sobre a vida de Cinder na Terra, da sua natureza cyborg e a plena consciência dos seus dons particulares e da sua natureza lunar... Cinder elabora um plano para fugir da prisão e, se for bem-sucedida, irá tornar-se a fugitiva mais procurada da Comunidade.
Do outro lado do mundo, a avó de Scarlet Benoit desapareceu. Scarlet entra em pânico e, na sua busca, acaba por descobrir que existem muitas coisas sobre a avó que desconhece, assim como ignorava o grave perigo que correu toda a vida. Quando Scarlet encontra Wolf, um lutador de rua que poderá ter informações sobre o paradeiro da avó, sente-se relutante em confiar nele, mas ao mesmo tempo sente-se inexplicavelmente atraída. Scarlet e Wolf tentam desvendar o mistério do desaparecimento da avó, mas deparam-se com outro quando encontram Cinder. Além de todos os problemas em que estão mergulhados, ainda terão de antecipar os passos da maléfica rainha Levana, que fará qualquer coisa para que o belo príncipe Kai se torne seu marido, seu rei, seu prisioneiro.



Opinião: Após uma brilhante estreia na escrita distópica de Marissa Meyer em Cinder, eis que chega até nós a oportunidade de lermos a continuação daquela fantástica história com Scarlet. Se no primeiro tínhamos o famoso conto da Cinderela completamente transformado e ainda assim encantado, agora temos outro igualmente fascinante sobre a Capucinho Vermelho. Ambas se cruzam em Scarlet e o perigo eminente promete não dar descanso não só a estas duas heroínas como ao leitor.

Enquanto Cinder luta pela sua sobrevivência após o desastre que foi o jantar do príncipe Kai, Scarlet busca ferozmente por uma pista que seja sobre o paradeiro da sua desaparecida avó. É durante esta procura que um aliado, no mínimo misterioso, surge de forma bastante conveniente. Wolf, este lutador de rua que muito esconde, mostra-se altamente confiável e até um tanto quanto sedutor. Quando decide aceitar a sua colaboração para procurar a avó, mal imagina a miríade de sensações e contradições que estão para vir.

Toda esta história clássica recontada sob uma perspectiva futurista e até apocalíptica, está muito bem estruturada, com personagens extremamente interessantes e um enredo que nos agarra pelo colarinho e só nos solta quando finalmente termina. Todos os pormenores e desenvolvimentos entre o povo Terrestre e o povo Lunar deixam ainda muito por descobrir e a guerra é inevitável. Com um fervor intenso de acção, a adrenalina é constante e Marissa Meyer não foi minimamente piedosa em viciar o leitor nesta aventura completamente e literalmente "lunática".

Se com Cinder tinha ficado fascinada com a capacidade da autora de projectar toda a história e de nos transportar para um novo universo cheio de intriga, acção e romance, neste pura e simplesmente fiquei estupefacta com a mestria demonstrada em ainda ligar várias histórias elevando ainda mais a fasquia a qualidade da sua escrita e obra. As Crónicas Lunares chegaram para ficar e aconselho sem reservas a todos os amantes do género e até dos que são mais resistentes a este tipo de leitura. Acreditem, a rendição não será nada dolorosa, antes pelo contrário, será deliciosa!

0 comentários