Depois do Concurso de "Thriller Fantástico" no BranMorrighan, a Antologia pela Editorial Divergência!

  Título: Na sombra das palavras  Autores: Ângelo Teodoro | David Camarinha | Fábio Ventura |  João Ventura | Mário Seabra  Disponí...

Capa_reveal 
Título: Na sombra das palavras 
Autores: Ângelo Teodoro | David Camarinha | Fábio Ventura | João Ventura | Mário Seabra 
Disponível a partir de: 5 de Julho de 2014 
36 páginas | Versão em papel e digital

Depois do Concurso de Contos "Thriller Fantástico" organizado aqui no blogue pelo 5º Aniversário, a Editorial Divergência pegou nos cinco melhores contos e juntamente com os autores, decidiram publicá-los numa antologia chamada Nas sombras das palavras. O lançamento da mesma será dia 5 de Julho na Biblioteca São Lázaro pelas 15h00. 

É óptimo ver que as iniciativas do blogue motivam não só à escrita, como à publicação. Tudo de bom para estes escritores é o que desejo! 

add-to-goodreads

Sinopse

“Na Sombra das Palavras” reúne cinco contos de autores portugueses, combinando thriller e fantástico em histórias de amor, memórias esquecidas e encontros com a Morte e Deus. As palavras transportam o leitor para labirintos, panópticos, livrarias e memórias longínquas. Com contos da autoria de Ângelo Teodoro, David Camarinha, Fábio Ventura, João Ventura e Mário Seabra.

Sobre os autores

Ângelo Teodoro nasceu em Torres Vedras, no ano de 1978. Licenciou-se em Psicologia, na área de clínica. Direccionou o seu percurso profissional para a área de formação e educação e coordenação de projectos de desenvolvimento local.

David Camarinha, nascido em 1986 em Vila Nova de Gaia, vive ainda na sua casa de infância, acompanhado dos quatro gatos e a cadela Luna. Licenciou-se em História no Porto e está a finalizar o Mestrado em Marketing em Aveiro. Prefere a leitura à escrita.

Fábio Ventura nasceu em 1986 em Portimão, onde vive e trabalha como livreiro. É autor dos livros “Orbias-As Guerreiras da Deusa” e “Orbias-O Demónio Branco”.

João Ventura gosta de escrever microcontos, mas às vezes saem-lhe estórias um pouco maiores... O que tem escrito está na Web e em algumas antologias...
O seu terreno preferido é a área do fantástico, mas não se preocupa muito com rótulos.

Mário Coelho tem 23 anos, grande parte deles passados a rabiscar ideias em papel ou a martelá-las no teclado. Escapuliu-se por um portão e hoje dá sinal de vida em Coimbra, no mestrado de Tradução. Nos tempos livres gosta de se arrepender dessa decisão e de escrever romances em que bebés morrem.

Mais informações no site da Editorial Divergência


0 comentários