Opinião: Sedução nas Highlands (McCabe #2), de Maya Banks

Sedução nas Highlands Maya Banks Editora : Bertrand Editora Sinopse : Alaric McCabe, inteiramente leal ao seu irmão mais velho,...

Sedução nas Highlands
Maya Banks

Editora: Bertrand Editora

Sinopse: Alaric McCabe, inteiramente leal ao seu irmão mais velho, lidera o seu clã na luta pelo que lhes pertence por nascimento. E está também preparado para se casar por dever. Mas, quando vai a caminho de pedir a mão de Rionna McDonald, filha de um chefe das terras as mais próximas, sofre uma emboscada e é deixado como morto. A sua vida é milagrosamente salva pelo toque suave de um anjo das Highlands, uma beldade corajosa que porá á prova a lealdade de Alaric para com o seu clã, a sua honra e os seus desejos mais íntimos.
Keeley McDonald, uma pária do seu próprio clã, foi traída por aqueles que amava e em quem confiava. Quando o cavaleiro ferido cai do seu cavalo, ela sente-se atraída pelo seu corpo esbelto e forte. O brilho dos seus olhos verdes acende nela a chama da paixão, que os acompanhará até ao castelo de Alaric, onde o seu amor proibido os levará mais longe nos prazeres da carne. Mas à medida que a conspiração e o perigo se fecham à sua volta, Alaric vê-se obrigado a fazer uma escolha impossível: irá ele trair os seus laços familiares pela mulher que ama?


Opinião: Romances com Highlanders, quando bem escritos, são extremamente encantadores. Já tenho lido alguns, mas os de Maya Banks estão a conquistar aquele espacinho especial dedicado a este povo. Na Cama com um Highlander, foi o primeiro volume da trilogia que agora continua com Sedução nas Highlands. Não são romances complexos ou muito estruturados, mas a forma encantatória como a autora tece as personagens e entrelaça os seus destinos, consegue prender o leitor do início ao fim. Dei por mim a deixar as horas passarem sem conseguir pousar o livro! 

Alaric e Keeley,são o casal protagonista e não vão poupar nem suspiros nem lágrimas às leitoras mais românticas. Desde o início, que o final feliz é inevitável, mas confesso que, por momentos, cheguei a duvidar dessa mesma certeza. A trama começa com Alaric, irmão do laird McCabe – Ewan – e a sua promessa em casar com Rionna McDonald para selar a aliança contra o inimigo comum que ameaça toda a casa McCabe. A caminho da casa McDonald, é alvo de uma emboscada e fica gravemente ferido. O seu cavalo, no instinto de salvar o dono, leva-o até uma casa – a casa de Keeley. E embora ela não saiba perante quem está presente, não hesita em ajudá-lo. Mal ela sabia que a sua vida estaria prestes a mudar para sempre.

Keeley é uma McDonald que foi renegada após ter sido acusada seduzir o Laird McDonald. Na verdade, foi este quem a tentou violar, mas a sua mulher, não admitindo tal vergonha, optou por expulsá-la das terras dos McDonald. Rionna, era a sua melhor amiga, mas inexplicavelmente não fez nada para tentar resgatá-la ou ajudá-la. Ou assim pensa Keeley durante grande parte do tempo, até reencontrá-la já na terra dos McCabe. 

O enredo é simples, baseado no fogo da paixão de duas pessoas que passam a depender uma da outra para se sentirem bem. Perante o casamento prometido, ambos sabem que têm pouco tempo para se entregarem, mas fazem-nos ao máximo, com uma narrativa sensual e sôfrega. Também Caelen, o irmão mais novo dos McCabe, vai ter um papel preponderante no destino final do nosso casal. Se ao início a sua resistência a Keeley é irritante, de forma inesperada passa a tornar-se no seu maior defensor. Também as estórias secundárias são enternecedoras e complementam toda a azáfama central.

É, sem dúvida, um livro de fim-de-semana, praia, uma noite clara e cheia de estrelas ou até uma noite fria com uma lareira e uma manta por cima. Para quem espera um grande romance erótico, desengane-se, a magia prende-se precisamente na candidez e carinho com que os protagonistas se rendem aos seus sentimentos. Gostei. 

0 comentários