Desde Outubro pelo Grupo Planeta: «Confissões de Maria Antonieta», de Juliet Grey

CONFISSÕES DE MARIA ANTONIETA Juliet Grey 376 páginas / PVP: 20,95 € Depois de Transformar-se em Maria Antonieta e Dias de Es...


CONFISSÕES DE MARIA ANTONIETA
Juliet Grey

376 páginas / PVP: 20,95 €

Depois de Transformar-se em Maria Antonieta e Dias de Esplendor, Dias de Sofrimento, chega agora ao fim esta trilogia arrebatadora que relata a transformação de uma arquiduquesa austríaca mimada na indiferente, poderosa e bela rainha Maria Antonieta.

Maria Antonieta faz parte do imaginário colectivo como a última rainha de França, que acabou por ser guilhotinada e muito se tem escrito sobre ela, desde a sua beleza à suposta frivolidade. Mas a imagem que fizemos desta rainha não corresponde exactamente à verdade e foi baseada em estudos e descobertas recentes que a Juliet Grey narra a vida de Maria Antonieta, desde o seu tempo de arquiduquesa de Áustria, aos tempos de Delfina em que foi confrontada com um casamento sem consumação durante sete anos, até à sua morte.

LIVRO
Versalhes, 1789.
A rebelião crescente chega às portas do palácio, e Maria Antonieta vê a sua vida privilegiada e pacífica rapidamente substituída pela violência. Uma vez que seus leais súbditos, o povo de França, procuram derrubar a coroa, colocando os herdeiros da dinastia Bourbon em perigo mortal. Levados para o Palácio das Tulherias, em Paris, a família real é posta no coração da Revolução. Apesar de alguns aliados fiéis, são cercados por espiões astutos e inimigos ferozes. No entanto, apesar das ameaças políticas e pessoais contra si, Maria Antonieta permanece, acima de tudo, uma esposa dedicada e mãe, ao lado do marido, Luís XVI, e ao tentar proteger os filhos. E, embora a rainha secretamente tente organizar o resgate da família das garras dos revolucionários, acaba por descobrir que não podem fugir nem dos perigos que os cercam, nem escapar de seu destino chocante.

AUTORA
É uma escritora especializada em temas da realeza e particularmente dedicada a Maria Antonieta, além de actriz profissional de teatro clássico com inúmeros papéis de virgens, feiticeiras e vilãs no seu currículo. A autora e o marido dividem o seu tempo entre Nova Iorque e Southern Vermont.

IMPRENSA
«Retrato vivo e sensível de uma jovem princesa numa corte hostil, uma das descrições mais conseguidas da rainha decapitada.» 
Lauren Willig, The New York Times bestselling author

«Juliet Grey tem o dom e o talento de fazer renascer Maria Antonieta. Muitos autores já escreveram sobre esta rainha de França, mas nenhum conseguiu, como Grey, dar-lhe tamanha voz e dimensão.»
Examiner.com

.

0 comentários