[Teatro] "BOM DIA! e outros pensamentos", com Ricardo Guerreiro Campos e Tio Rex

BOM DIA! e outros pensamentos uma criação de Ricardo Guerreiro Campos Entre quatro paredes invisíveis, um homem pensa que existe...



BOM DIA! e outros pensamentos
uma criação de
Ricardo Guerreiro Campos

Entre quatro paredes invisíveis, um homem pensa que existe. Um homem novo diz BOM DIA!, ao mundo, ao amor e à arte. É uma voz desassossegada, crítica, que se ergue no silêncio, se descobre e se espanta com a vida.

Sabes quando as pessoas passam por ti e te são invisíveis?
Sabes quando os outros existem mas não te olham?
Sabes?!
Chegas a duvidar da tua própria existência.

Talvez o tempo seja assim, talvez a mais simples das amizades se dissipe e o síndrome global do esquecimento se apodere da Humanidade. [Ricardo Guerreiro Campos]

Numa linha de trabalho e criação que reflecte a pertinência da prática pictórica e performativa Hoje, em BOM DIA!, e outros pensamentos Ricardo Guerreiro Campos propõe um momento-pausa capaz de questionar o impulso e a inércia de Criar. Criar é, naturalmente, uma necessidade ou tornou-se hoje, com naturalidade, necessidade?
Corpo, silêncio, corpo de tinta - existência. Peso, leveza.


SOBRE O ESPECTÁCULO
Voltar a BOM DIA! e outros pensamentos depois da estreia no XVI Festival Internacional de Teatro de Setúbal é, simultaneamente, motivo de profunda alegria,mas também de alguma angústia. De alegria, naturalmente, por ser um trabalho cujo processo criativo, em Agosto e agora em Novembro, nos encaminha no sentido da reflexão, afirmação e auto-conhecimento e, deste modo, ser-nos extremamente gratificante e apaziguador. De angústia, porque se aquilo que nos fez abraçar este projecto é algo profundamente humano, e só o fazemos porque acreditamos realmente nestas palavras, nestas ideias, nesta luta, também nos impõe o medo do abismo. Refiro abismo porque ao olharmos para trás e ao encararmos este como um processo aberto (work in progress) existe sempre um fulgor que parece não querer abrandar. Por nós não pararíamos e o processo continuaria descobrindo-se e reinventando-se a si próprio, ainda sabendo que se trata agora de uma falsa reposição. Não, não queremos enganar o público que hoje assiste ao espectáculo mas, no entanto, dois meses depois encaramos de outra perspectiva algumas opções tomadas no início deste processo. Neste sentido, tentámos sempre, sempre, fazê-lo com a maior franqueza possível. Fizemos porque tínhamos de o fazer, porque nos era naturalmente exigido. E assim, BOM DIA! e outros pensamentos é o mesmo embrião que se começou a criar, e agora, meses depois, apresenta já formas de um corpo definido e em constante crescimento.
Abrimo-vos, assim, as portas deste qualquer espaço de paredes invisíveis, onde a existência e procura de identidade se cruzam em deambulações, espelhos e trabalho. É entre a banalidade de um prato de sopa, um cigarro e um jornal que se ergue uma voz desassossegada capaz de se conhecer através dos seus anseios e medos, “vomitando” contra a futilidade e a superficialidade deste nosso mundo-cão. E no final tudo é uma grande interrogação e um olhar em diante: Queres seguir comigo nesta viagem? Vamos. Seguimos. Num movimento franco pela felicidade. Este espectáculo é o nosso grito à arte, ao amor e à juventude. 

Ricardo Guerreiro Campos

Setúbal  27/28/29 de Novembro @ TAS – Teatro de Bolso 21:30
Entrada: 5 € // Até 18 anos e a partir de 65: 3€
Lotação de 50 Pax por Sessão
Reservas: bomdiaeoutrospensamentos@gmail.com

Lisboa 17 de Dezembro @ Teatro Turim 21:30
Reservas: reservas@teatroturim.com
Bilheteira: +351 217 606 666

0 comentários