Em Fevereiro pela Companhia das Letras: O Irmão Alemão, de Chico Buarque

O Irmão Alemão é inspirado numa história real da família de Chico Buarque. Aos 22 anos o músico descobriu que tinha um irmão alemão. ...


O Irmão Alemão é inspirado numa história real da família de Chico Buarque.
Aos 22 anos o músico descobriu que tinha um irmão alemão.

LIVRO
Sergio Buarque de Holanda, reputado historiador e crítico literário, pai de Chico, vivera na Alemanha entre 1929 e 1930, enquanto correspondente de um jornal. A efervescente Berlim dos anos 30 serviu de cenário a um romance com uma mulher alemã, de quem teve um filho que nunca chegou a conhecer. Chamava-se Sergio Ernst.

Quase cinco décadas depois da descoberta, Chico Buarque decidiu fazer da existência desse irmão – e do silêncio em torno dele –a matéria do seu próximo romance. Mas antes precisava de saber exactamente o que lhe acontecera.

Dessa busca nasce este romance. Magistralmente conduzida por um narrador obsessivo, delirante, megalómano e profundamente solitário sem o querer ser, a narrativa enreda o leitor numa trama em que realidade e devaneio se confundem permanentemente. A páginas tantas, a busca de narrador e autor passa a pertencer igualmente ao leitor, também ele desesperadamente procurando esse irmão desconhecido.

A imprensa brasileira afirmou que O Irmão Alemão «encanta não só pela história, convincente e bem levada, mas pela maneira como Chico a conta» (Humberto Werneck – Estadão); na qual «não há uma palavra mal escolhida, nenhuma frase fora do ritmo, nenhum parágrafo a que falte estrutura (…), nenhum capítulo que não acabe no momento certo» (Marcelo Coelho – Folha de S. Paulo), sendo «o humor uma das forças do romance, como também o são o domínio da frase, da oralidade, do ritmo do discurso» (Alcides Villaça – Estadão). Fernando Barros e Silva, da revista Piauí, resumiu desta forma o mérito do romance: «Chico Buarque escreveu provavelmente o romance da sua vida.»

Com perto de 100 mil exemplares impressos no Brasil, o romance terá uma primeira tiragem de 12 mil exemplares em Portugal, onde o autor costuma garantir o sucesso junto da crítica e dos leitores.
O Irmão Alemão é o quinto romance de Chico Buarque, que já havia publicado Estorvo (1991), Benjamim (1995), Budapeste (2003) e Leite Derramado (2009), pelo qual ganhou o Prémio Portugal Telecom de Literatura.

O novo romance de Chico Buarque, assim como o programa da Companhia das Letras, serão apresentados em Lisboa, na Fundação José Saramago, no dia 12 de Fevereiro, pelas 21h30 horas.

0 comentários