E agora, o que se segue? [Diário de Bordo XLVIII] A Santa Trindade e a Respectiva Nomeação

Não estava à espera de escrever um Diário de Bordo tão cedo, ainda há pouco tempo escrevi um (e pertinente! Que podem ler aqui ), mas é ...


Não estava à espera de escrever um Diário de Bordo tão cedo, ainda há pouco tempo escrevi um (e pertinente! Que podem ler aqui), mas é um facto que em pouco tempo muita coisa pode acontecer e eu não quero deixar acumular para posts enormes como já antes aconteceu. 

Hoje soube que tinha sido nomeada para Jogadora do Ano de Basquetebol Feminino do Campeonato Universitário de Lisboa. Esse momento deixou-me nostálgica, em 2012, primeiro ano em que joguei no Técnico, também fui nomeada e ganhei o dito cujo prémio. Aliás, nesse ano fomos campeãs de Lisboa e conseguimos um muito suado quarto lugar a nível nacional. Uma proeza, no que ao basquetebol feminino do Técnico diz respeito, mas todas queríamos tanto aquela conquista, estávamos todas tão unidas nesse sentido que foi realmente uma honra partilhar o campo com elas e conquistar cada ponto. Nos dois anos seguintes estive no Benfica, onde fui campeã nacional os dois anos, e quando estava a pensar pousar as botas de vez, foi novamente o Técnico que me resgatou e me trouxe de volta aos campos. Não em tão boas condições como quando lá tinha jogado da última vez, as lesões deixam sempre as suas mazelas, mas é uma sensação boa estar novamente prestes a lutar por um lugar de respeito, que nós merecemos, no campeonato. Para além de agradecer as nomeações, informo também que os votos são através de Likes no Facebook (yes, I know, é chato), mas se quiserem deixar lá o vosso like para ajudar, o link é este: http://goo.gl/x4SI4U 

No que diz respeito ao título, não me levem a mal, não é intenção blasfemar, mas esta minha relação com o Técnico acaba por ter a sua piada. Entrei para lá, jovem, ingénua como tudo, em 2006. Um curso em que entre 180 caloiros, éramos apenas 8 raparigas! Quando acabei o mestrado, comecei a dar aulas e a fazer investigação e agora lá estou eu novamente - aluna, professora e atleta, tudo na mesma instituição. Já fui da direcção da Associação dos Estudantes, já vivi lá tanta coisa! E é bom, é bom olhar para trás e ver que mesmo no meio do caos se encontram bons momentos. Aliás, desde que tenho esta vidra múltipla (não saberia dizer se é dupla, tripla, ou em que número), de forma a conjugar tudo até entrevistas no Técnico já fiz, umas no Bar da Bola, outras até nas escadas! 

E pronto, deixando agora este lado nerd de lado, vou aproveitar que estou a escrever isto para dar alguns destaques que acho fundamentais! E o primeiro vai para a amizade! Hoje de tarde tive jogo para o campeonato federado e esta moça que está ali na fotografia foi lá ver. Somos amigas há muito tempo, já passámos por imenso juntas, mas dados os timings em que nos conhecemos e a vida que levamos, demos conta que nunca tínhamos tirado uma única fotografia juntas! Ora eu toda suada, ela toda bonitona, tirámos e rimo-nos imenso. Existem estes pequenos momentos, com estas pessoas que até estamos poucas vezes, mas que dizem tanto, que dão mais força do que qualquer prémio ou distinção. E eu acho que é por isso que depois essas nomeações também chegam, porque eu valorizo muito as pessoas que tenho na minha vida, mesmo que elas não saibam ou não tenham noção. Não tenho qualquer tipo de super poderes, por isso acreditem que tudo o que vou fazendo tem o seu preço, mas há sempre aquelas pessoas e aqueles gestos que os tornam mais suportáveis. 

Pessoas e até bandas e músicos. Por exemplo, Mahogany, conhecem? Não, não é esse do Youtube que estão a pensar, é aquele que tem um disco acabado de lançar, sobre uma casa na Islândia que é muito mais do que isso e que estou a ouvir neste momento enquanto vos escrevo. Como não sou egoísta e gosto é que as coisas boas sejam vistas por quem as merece, deixo-vos também o link para a minha opinião e respectiva audição: http://goo.gl/k5eUsQ. AVISO: É para ouvir de olhos fechados, bem descontraídos e com muito amor no peito! 
Outra coisa muito boa é que finalmente consegui voltar a transcrever entrevistas! YEAH! Quem diria que já estavam a atingir os cinco meses, que vergonha! E então temos já duas entrevistas bem boas publicadas, Moe's Implosion - http://goo.gl/PeVUr3 - e Memória de Peixe - http://goo.gl/JnnHkx


Também em relação ao Crowdfunding estou muito contente! Temos já 28% com cerca de 21 apoiantes! Podem apoiar a partir de 1€ (bora lá, 1€ por uma coisa tão boa não é nada!) e a partir de 5€ já têm pelo menos o vosso nome garantido na página de agradecimentos da obra. Para além do mais, quem é que não quer fazer parte de um projecto com escritores tão bons e ainda os dois convidados especiais (Noiserv a estrear-se na literatura e o Guillermo dos Primitive Reason)? Apoiar é fácil e é só visitar o link: http://ppl.com.pt/pt/livros-de-ontem/desassossego-da-liberdade

Obrigada, a todos, por tudo. Apoio que dão por mensagens, mails, comentários, Facebook, Twitter, Instagram, nem sei. Se por um lado não é fácil gerir tanto, por outro sinto-me muito grata por nos momentos cruciais saber que quem importa está lá e por isso obrigada também a vocês, melhores leitores do mundo. 

Por hoje é tudo, amanhã tenho mais um daqueles dias trabalho-darAulas-reuniãoDocentes-terAulas-treinoBasquetebol, entre mil viagens e outros mais, e como as meias-finais do campeonato são já esta Terça-Feira, é possível que o blogue ande mais calmo nestes dias, mas espero que estejam aí a torcer que tudo corra bem! Amanhã temos nova Playlist da Quinzena, desta vez no feminino! Vamos ter uma menina a fazer a Playlist! Estejam atentos! 

Grande beijo e obrigada, mais uma vez! 

0 comentários