Viagem Literária começa dia 25 de Abril com Luís Sepúlveda e Valter Hugo Mãe

Luis Sepúlveda e Valter Hugo Mãe dão início à Viagem Literária Iniciativa da Porto Editora começa a 25 de Abril, pelas 17:00, no Teatr...


Luis Sepúlveda e Valter Hugo Mãe dão início à Viagem Literária
Iniciativa da Porto Editora começa a 25 de Abril, pelas 17:00, no Teatro Municipal de Bragança.
A entrada é livre.

A cidade de Bragança vai acolher a primeira sessão da “Viagem Literária”, a iniciativa da Porto Editora que vai levar a literatura a viajar pelo país durante os próximos 18 meses.
Será no próximo dia 25 de Abril, pelas 17:00, no Teatro Municipal de Bragança, tendo como convidados os escritores Luis Sepúlveda e Valter Hugo Mãe. A entrada é gratuita e os bilhetes estão disponíveis na bilheteira do Teatro Municipal.
Contando com a moderação do jornalista João Paulo Sacadura, Luis Sepúlveda e Valter Hugo Mãe falarão sobre livros, literatura e, naturalmente, sobre os temas da atualidade, numa conversa fluída e aberta. Antes da sessão, realiza-se uma Conferência de Imprensa no Teatro Municipal de Bragança, às 16:00, com a presença de Luis Sepúlveda, Valter Hugo Mãe, João Paulo Sacadura, do Presidente da Câmara Municipal de Bragança, Hernâni Dias, e da Vereadora da Educação, Cultura e Ação Social, Cristina Figueiredo. A “Viagem Literária” terá os seus espaços próprios de contacto com o grande público: no site da Porto Editora, em www.portoeditora.pt/viagemliteraria, no Facebook (www.facebook.com/viagemliterariaportugal) e no Instagram (www.instagram.com/viagemliterariaportugal).

Sobre a “Viagem Literária”
Etapa a etapa, o que equivale a dizer mês a mês e cidade a cidade, a Porto Editora cumpre uma Viagem Literária a Portugal. De norte a sul, do litoral ao interior, passando pelas ilhas, esta Viagem percorre várias cidades, para fomentar o gosto pela leitura e pelo pensamento. A cada sessão, o jornalista João Paulo Sacadura conversa com dois reconhecidos escritores. A entrada é gratuita e a Viagem já começou.

Luis Sepúlveda
Luis Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949. Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar. Mas Mundo do Fim do Mundo, Patagónia Express, Encontros de Amor num País em Guerra, Diário de um Killer Sentimental ou A Sombra do que Fomos (Prémio Primavera de Romance em 2009), por exemplo, conquistaram também, em todo o mundo, a
admiração de milhões de leitores. Do autor, a Porto Editora publicou recentemente Palavras em Tempo de Crise e História de um Caracol que Descobriu a Importância da Lentidão.

Valter Hugo Mãe 
Valter Hugo Mãe nasceu em Saurimo, Angola, no ano de 1971. Licenciou-se em Direito e é pós-graduado em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea. Publicou os romances: o nosso reino; o remorso de baltazar serapião, Prémio José Saramago em 2007; o apocalipse dos trabalhadores; a máquina de fazer espanhóis, Grande Prémio Portugal Telecom, categoria melhor livro do ano, e Prémio Portugal Telecom, categoria melhor romance do ano, em 2012; O Filho de Mil Homens e, recentemente, A Desumanização. A sua poesia encontra-se reunida no volume contabilidade. Escreveu diversos livros ilustrados para os mais novos, entre os quais: Quatro Tesouros; O Rosto, As mais belas coisas do mundo e O paraíso são os outros.
Valter Hugo Mãe é vocalista do grupo musical Governo (www.myspace.com/ogoverno), projeto que editou o EP Propaganda Sentimental, com cinco canções, através do selo Optimus Discos. Escreve as crónicas Autobiografia imaginária, no Jornal de Letras, e Casa de papel, na revista de domingo do jornal Público. Outras informações sobre o autor podem ser encontradas no Facebook (Valter Hugo Mãe – Pag. Oficial) ou em: www.valterhugomae.com

0 comentários