10 000 Russos e Bizarra Locomotiva entre as novas confirmações do Festival Reverence 2015

De 27 a 29 de Agosto, a praia fluvial da pacata vila de Valada, no Concelho do Cartaxo, recebe a 2ª edição do Festival Reverence. A...



De 27 a 29 de Agosto, a praia fluvial da pacata vila de Valada, no Concelho do Cartaxo, recebe a 2ª edição do Festival Reverence.

Além dos trinta nomes já conhecidos, o cartaz do Reverence Valada 2015 continua a crescer com os italianos Ufomammut, no regresso tão desejado deste power trio de psychedelic sludge ao nosso país; os canadianos Dead Ghosts, quarteto garage-punk de Vancouver cuja ambição é destronar os Rolling Stones; os Bizarra Locomotiva, líderes e pioneiros da música industrial em Portugal e os portuenses 10.000 Russos, novos embaixadores do underground psicadélico nacional.

BANDAS
Os italianos Ufomammut são seguramente uma das presenças mais desejadas pela facção stoner dos fãs do Reverence. Fundados em 1999, encontram-se atualmente no início de uma digressão pelos Estados Unidos, depois da edição no passado mês de Março do seu sétimo álbum, «Ecate», pela Neurot Recordings, dos lendários Neurosis. As suas atuações ao vivo tanto têm de demolidor como de envolvente, numa viagem por temas por vezes psicadélicos, ora pesados e atmosféricos, ora agressivos. Fuzzy, stoner sludge, dizem eles. 

Este quarteto de Vancouver, cujo último álbum, intitulado «Can’t Get No» editado pela Burger Records, apresenta um garage-psych destrambelhado, é uma das presenças no cartaz  em representação da vertente mais primitiva do rock’n’roll. A inspiração vem das primeiras bandas de garage-rock dos anos 60, em registo lo-fi e sonoridade assumidamente retro. 

Os Bizarra Locomotiva prosseguem com uma carreira ímpar na música portuguesa, ao fim de 22 anos e nove discos. «Mortuário» é o álbum para 2015 da locomotiva conduzida por Rui Sidónio, o homem máquina que resiste desde 1993, à frente deste projecto cada vez mais admirado na música portuguesa. Considerados uma das bandas de culto mais densas e pesadas de sempre do panorama nacional, a entrada dos Bizarra Locomotiva e da sua legião de admiradores na segunda edição do Reverence é consensual. Antevê-se uma épica atuação. 

Os 10.000 Russos são três músicos portuenses desalinhados e uma das raras bandas a repetir a experiência de palco no Reverence. A banda fez história na edição do ano passado, quando após a sua atuação foram interpelados pelo A&R da Fuzz Club Records (Underground Youth, Lola Colt, Sonic Jesus, entre outros), que os assinou na hora. Acabam de apresentar o primeiro single «Karl Burns», tema extraído do álbum homónimo a sair em Maio, com distribuição mundial assegurada. 

0 comentários