Em Junho, pelo Grupo Planeta: A Rainha Branca, de Philippa Gregory

A RAINHA BRANCA - A Guerra dos Primos Philippa Gregory 472 páginas/ PVP: 18,85 € Intriga, romance, história, com uma pesquisa r...


A RAINHA BRANCA - A Guerra dos Primos
Philippa Gregory

472 páginas/ PVP: 18,85 €

Intriga, romance, história, com uma pesquisa rigorosa narrada de forma soberba, neste primeiro volume da série A Guerra dos Primos, reeditado pela Planeta, tal como todos os livros da série.

A Guerra dos Primos desenrola-se em plena Guerra das Rosas, agitada por tumultos, intrigas e traição. Philippa Gregory dá vida a este drama familiar através do ponto de vista das suas mulheres, começando pela história fascinante de Isabel Woodville, a rainha esquecida, a Rainha Branca.

A GUERRA DOS PRIMOS
A Guerra das Rosas ou a Guerra dos Primos foi uma série de lutas dinásticas pelo trono de Inglaterra, durante os reinados de Henrique VI, Eduardo IV e Ricardo III. Em campos opostos encontravam-se as casas de York e de Lencastre, ambas da dinastia Plantageneta e descendentes de Eduardo III.
Teve origem nos problemas sociais e financeiros decorrentes da Guerra dos Cem Anos e no facto de Henrique VI ter perdido terras francesas conquistadas. A sua queda surge quando um candidato Lencastre, Henrique Tudor, derrotou o último rei de York, Ricardo III, conquistando o trono.

LIVRO
A história de uma plebeia de grande beleza, que ascende à realeza, servindo-se dos seus trunfos e que casa com o rei Eduardo IV. Embora de origens humildes, ela mostra estar à altura da sua elevada posição social e que luta tenazmente pelo êxito da sua família. Uma mulher cujos filhos estarão no âmago de um mistério que há séculos intriga os historiadores: o misterioso desaparecimento dos dois príncipes encarcerados na Torre. Através da sua visão única, Philippa Gregory explora o maior mistério por resolver, baseando-se numa investigação rigorosa e recorrendo ao seu inimitável talento como contadora de histórias.

AUTORA
Nascida no Quénia a 9 de Janeiro de 1954, esta famosa escritora de romances históricos, mudou-se para Bristol, Inglaterra, quando tinha dois anos.
Formada em História pela Universidade de Sussex e doutorada em Literatura do Século XVIII pela Universidade de Edimburgo.
Além de escritora de romances, também escreve críticas para jornais britânicos e revistas. É também conhecida pelos programas de rádio e televisão.
Philippa vive com a família – o marido, dois filhos e enteados – numa quinta do Yorkshire, onde cria cavalos, galinhas e patos. Gosta de jardinagem, equitação e caminhadas.
Também é activa em projectos de caridade e fundou o Gardens for the Gambia. O seu período preferido da História é a Era Tudor, sobre o qual já escreveu vários romances, alguns adaptados para
televisão e cinema.
Philippa Gregory também tem vários livros infantis publicados, além de romances com histórias modernas.

IMPRENSA
«A maior autora contemporânea de romance histórico. Os seus romances caracterizam-se por mulheres fortes e determinadas que tomam as rédeas do destino nas suas mãos.»
Financial Times

«Philippa Gregory é de facto a maior autora de romance histórico! É difícil tornar a história mais intensa, envolvente e vívida.»
Sunday Express

«Gregory retrata mulheres de garra, discordando de homens poderosos, dando aos acontecimentos históricos grandes doses de dramatismo. Misturando figuras históricas ou inventadas, narra os seus defeitos e falhas assim como as emoções. Faz com que a história…ganhe de facto vida para os leitores.»
Publishers Weekly

0 comentários