E agora, o que se segue? [Diário de Bordo LIX] Casillas no FC Porto

Os últimos posts têm sido tão intensos e sérios que hoje apetece-me mesmo aligeirar a coisa, ainda por cima com uma notícia que tem tant...


Os últimos posts têm sido tão intensos e sérios que hoje apetece-me mesmo aligeirar a coisa, ainda por cima com uma notícia que tem tanto de boa como de triste. Boa para nós portistas (sim, reforço que sou dragão e não é só de signo no horóscopo chinês), mas triste quando pensamos na forma como um clube "despacha" um jogador que já lá está há 25 anos e que ainda por cima é uma das maiores referências de sempre do futebol espanhol.

Enquanto desportista, sei bem o que é ter amor à camisola e como também sabe bem sermos valorizados pelos locais em que passamos. Não que eu chegue ao dedo mindinho do Iker, os meus maiores feitos foram quatro europeus e uns quantos torneios internacionais com as selecções nacionais de formação (até ao escalão sub20 porque depois lesionei-me e tive de parar uns quantos anos), mas não é difícil imaginar o turbilhão de emoções que ele acabou de demonstrar na sua conferências de imprensa.

Não sei pormenores sobre os conflitos dentro do Real Madrid, mas sei de uma coisa - tenho a certeza que os portistas estão mais do que prontos para o receber e o acarinhar de forma a ele sentir-se em casa. Nada substitui o primeiro lugar em que se joga quando ainda por cima se torna querido, isso eu sei bem, também eu a certa altura fui obrigada a deixar o meu clube de formação, mas também sei que com as pessoas certas esse vazio pode ser atenuado. 

Por isso vem, Casillas, de sorriso nesse rosto pois também temos muitos para te dar e muito para aprender contigo! E claro, que possas ter uma estreia em grande e à campeão! Mas acima de tudo, que possas ser uma referência enquanto pessoa e desportista lutador, por tudo o que tens feito e ainda podes fazer.

E pronto, eu nem sequer costumo comentar futebol, detesto as discussões grosseiras que se geram por discordância de cores/clubes/opiniões, mas compadeci-me com esta situação enquanto atleta de alta competição que já fui (agora só jogo para manter o bichinho vivo e pouco queixoso) e acho que ele merece todo o carinho. Mesmo que fosse para outro clube qualquer, não mudaria o tipo de postura que um jogador como ele merece. O respeito vale mais do que muita coisa, apesar de ser constantemente desvalorizado. 

PS: Nem sequer vou comentar as declarações dos pais do Iker Casillas, quanto mais não seja porque parece que nem o filho respeitam. Usar a imagem do filho para aparecem quando nem sequer se relacionam com ele há dois anos. Enfim! 

0 comentários