Quando escreves um artigo antes de começares o doutoramento e ele começa a ser citado!

É mais ou menos assim que me sinto cada vez que constato que algo que escrevi a nível científico está a ser citado - livre, leve e solta...


É mais ou menos assim que me sinto cada vez que constato que algo que escrevi a nível científico está a ser citado - livre, leve e solta (obrigada D'Alva!)! Entre o mestrado e o doutoramento deixei passar quase dois anos em que andei a ganhar experiência em vários projectos científicos para ter a certeza se era mesmo naquilo que me queria meter. Não só em entusiasmei como entretanto publiquei uma artigo numa conferência de Chicago e outro na PLOS ONE. Várias outras coisas pequenas foram sendo redigidas, mas o que é certo é que nisto das publicações rapidamente aprendemos que as citações é que contam. Hoje descobri que o meu primeiro paper como autora principal (que só existe graças a eu ter um orientador brilhante) foi citado pela quarta vez! 

"O quê? Só quatro citações?" Meus caros, acreditem que para mim é razão de festa, principalmente porque nesta área tudo parece ser demasiado burocrático. Imaginem só que quando completámos esse artigo de conferência para ir para uma revista, não o aceitavam na parte Biomédica, nem na parte de Informática, imagem porquê... Porque tem ambas as coisas! Tem sido uma longa aventura e estou para ver caso o simulador de evolução de populações de bactérias que estou a desenvolver dê resultados catitas, como é que a coisa se vai dar! 

E pronto, estou mega contente e queria partilhar isto convosco antes de voltar para as Markov Chains, para os algoritmos de aproximação, para os Markov Decision Problems, etc etc. Acho que vou ficar a odiar Markov para o resto da minha vida com esta overdose toda! Quase 30º lá fora e eu a estudar equações! 

Para os mais curiosos podem acompanhar as minhas publicações científicas aqui e aqui

0 comentários