[Playlist da Quinzena] 16 a 31 de Outubro de 2015 - As Escolhas de Débora Umbelino (Surma)

A Débora Umbelino é capaz de ser das pessoas mais maravilhosas que eu conheço. Aliás, posso afirmar sem qualquer possibilidade de cair ...


A Débora Umbelino é capaz de ser das pessoas mais maravilhosas que eu conheço. Aliás, posso afirmar sem qualquer possibilidade de cair em falácia que é das pessoas que conheci através do blogue que me são mais queridas. Desde o ser humano incrível que é ao seu talento artístico, a Débora conquista quem a conhece muito facilmente. Fez parte dos Backwater and the screaming fantasy, mas a sua vinda para Lisboa para estudar acabou por resultar na criação de um projecto a solo - Surma. Acredito que se ainda não se cruzaram com este nome brevemente irá acontecer. O crescimento tem sido a olhos vistos, a sua originalidade e capacidade criativa têm surpreendido e também a estética cuidada e coerente ajuda a que não seja apenas mais um projecto musical, mas algo com credibilidade para crescer e ser mais do que um mero início experimental. Aqui ficam as escolhas dela, mas também espero que a possam ir seguindo e às suas aventuras aqui: https://www.facebook.com/Surma-1601535196742110/
Querida Débora, és a maior, admiro-te daqui até à lua!




Chet Baker - Alone Together
Bem o Jazz sempre me acompanhou na minha Vida, desde pequena que este género musical me tem seguido e nunca me canso de ouvir umas belas horas seguidas. Por isso vou mencionar aqui o Sir. Chet Baker que foi sempre das minhas preferências jazzisticas.

Angel Olsen - Half Way Home
Dos meus álbuns preferidos. Esta miúda é a mais querida que há, voz, letras, TUDO. E pronto...

Grouper - Holding
Das minhas aquisições mais recentes. Assim que descobri Grouper fiquei com uma paixoneta imensa por ela. É uma génia!
Para descontrair e entrar numa atmosfera completamente diferente é com ela que vou ter.

St. Vincent - Human Racing
Annie Clark...It's my woman. Sou obcecada por esta Senhora desde os meus 16 anos. Minha influência máxima não só como música mas também pela pessoa que é. Concerto monstruoso que deu no Mexefest (arrepios desde o início).
Tem uma presença única em palco, aquela voz, aquelas roupas, quando ela toca na guitarra...não há palavras mesmo. Será sempre a minha Annie!

Nanome - Empty House
Descobri-a há pouco tempo e foi WOW. Vídeos fantásticos e as músicas desta menina são de outro mundo. Aconselho vivamente a ouvir.

KVB - From Afar
Dos melhores concertos que já vi até hoje. Já gostava imenso deles mas quando os vi ao vivo fiquei ainda mais caidinha por eles. Energia máxima!!

Agnes Obel - Dorian
A mais fofinha!

Balam Acab - Big Boy
Para mim dos prodígios da electrónica.

Run The Jewels - DDFH
Sem rap não sou nada. Preciso de uns Run The Jewels para me levantar o ego hehehe.

1 comentários