[Agenda Musical] Few Fingers – Casa Independente: Apresentação do disco Burning Hands, com primeira parte de Surma

Few Fingers – Casa Independente Apresentação do disco Burning Hands 1ª Parte – Suma DJSET “Two Jerónimos! Djset” A Omnichord ...


Few Fingers – Casa Independente
Apresentação do disco Burning Hands
1ª Parte – Suma
DJSET “Two Jerónimos! Djset”

A Omnichord Records comemorou esta semana quatro anos e para além do vídeo fantástico, como teaser, que prevê cinco enormes lançamentos, também é verdade que a consolidação dos que foram lançados no final de 2015 é aposta certa. Assim sendo, nada como a maravilhosa Casa Independente para apresentar um dos projectos mais bonitos, dentro do folk, que tiveram origem em Leiria. Para começar a noite, teremos a Débora, mais conhecida como Surma, que é uma das grandes promessas para 2016, sendo que para mim é já uma certeza. Apareçam, vai ser muito bonito! 

Few Fingers
Canções simples e despretensiosas, embaladas pela lap steel guitar, que assumem um legado folk e uma escola indie.
Apesar de já terem pensado muitas vezes em fazer algo juntos, o desafio de criarem um tema para a compilação Leiria Calling foi decisivo para que tenham começado a passar finais de tarde juntos em casa a comporem e a gravarem o que íam fazendo.
Sem pressas nem objectivos e ambições pré-determinados, o conjunto de canções gravadas em casa fez todo o sentido num disco que explora as dificuldades de criar e manter relacionamentos com outras pessoas, numa época em que, aparentemente, estamos todos ligados.
“Burning Hands” acaba por ser um disco de canções feitas ali naquele lusco-fusco onde conseguimos parar para pensar um bocadinho em como foi o dia e no que podemos fazer até cairmos de cansaço. Acaba por ser também um resultado de uma cumplicidade musical previsível mas ainda não consumada.
Os Few Fingers são Nuno Rancho e André Pereira e em palco fazem-se acompanhar por Luís Jerónimo e Paulo Pereira. Nuno Rancho é músico dos Dapunksport e dos Bússola, colaborou com os Indignu, liderou os Team Maria e, a solo, já lançou três discos e foi Novo Talento Fnac. André Pereira formou-se no Guitar Institute em Londres e tem acompanhado formações como Ultraleve, Team Maria ou Quem é o Bob?.

Surma
Débora Umbelino é original de Leiria mas o que nos traz vem de paisagens bem mais exóticas. SURMA, é o seu projecto one-woman-band, onde domina teclas, samplers, cordas, vozes e loop stations em sonoridades que fogem do jazz para o post-rock, da electrónica para o noise e nos levam para paragens mais ou menos incertas, com paisagens desconhecidas e muito prazer na viagem.

BILHETE
4€

VÍDEOS
Few Fingers

Surma

FACEBOOK

SITES

0 comentários