[Playlist da Quinzena] 16 a 29 Fevereiro de 2016 - Rui Maia

https://www.facebook.com/ruimaiamusic/ Há algum tempo que acompanho vários dos projectos do Rui Maia e tem sido um verdadeiro gosto aco...

https://www.facebook.com/ruimaiamusic/
Há algum tempo que acompanho vários dos projectos do Rui Maia e tem sido um verdadeiro gosto acompanhar a evolução dos mesmos. Ainda antes dos X-Wife voltarem ao activo, acompanhei o seu projecto enquanto Mirror People e eis que agora surge a novidade de brevemente ter novo trabalho em nome próprio. Na verdade, o Rui está cheio de novidades, ora vejamos: Novo single/compilação de Mirror People "Telephone Call" com inéditos e Remixes a sair no próximo dia 4 de Março. Concerto especial no CCB dia 5 de Março e, além disso, vem aí o tal álbum a solo "Rui Maia" de nome "Fractured Music" em território mais música de dança - Techno. Sai a 11 de Abril em formato Vinyl e Digital. Tornou-se então urgente tê-lo por aqui, até mesmo pela curiosidade de quais seriam as suas escolhas. Espero conseguir, também brevemente, conversar com ele e trazer-vos uma entrevista em que abordemos todos estes acontecimentos. Deixo-vos com uma biografia reduzida e a playlist desta quinzena! 

BIO OFICIAL (mais aqui)
Rui Maia é um músico, produtor e DJ português. Em 2002 fundou com João Vieira (Dj Kitten) a banda pós punk X-Wife onde toca sintetizadores. Coleccionador e amante de música, Rui Maia iniciou-se no DJ’ing em 2004 mantendo uma agenda regular com actuações um pouco por todo o país, apostando numa sonoridade mais virada para o disco, house e techno.
Em 2009, eis que surge o desafio de editar música em nome próprio: com “Cantonese Man” (Untracked Recordings), “Mirror People” (Optimus Discos) e em colaboração com Social Disco Club no EP “The Way You Move” (Bearfunk Records).
Após o sucesso com “The Way You Move”, tema que teve direito a um “edit” com a assinatura de Greg Wilson e que marcou presença em várias compilações tais como a Future Disco ou Defected, Rui Maia decide formar um novo projecto: Mirror People.
Mirror People surge no meio da América, aquando de uma tour com os X-Wife. A ideia era montar um projecto que juntasse as influências do disco-sound dos anos 70 à actualidade da pista de dança.
Após alguns temas em editoras como a Permanent Vacation ou a portuguesa Discotexas, o álbum de estreia “Voyager” surge no inicio de 2015 com singles relevantes e com bastante airplay tais como “Come Over”, “I need Your Love” ou o mais recente “Dance The Night Away”, que originaram apresentações ao vivo um pouco por toda a Europa.



01 - Primal Scream Ft. Sky Ferreira - Where The Light Gets In
Eu sou um fã enorme dos Primal Scream. Um novo disco da banda é um mistério: não se sabe se vai ser mais virado para o Rock 'n' Roll, Punk, Electrónica ou por exemplo Dub. Este novo single com a Sky Ferreira (sou fã da sua atitude) surpreendeu-me: Nunca tinha ouvido os Scream com um toque Pop electrónico a lembrar os New Order ou os Duran Duran. Esta canção é incrível, completamente viciante.

02 - The Gun Club - Sex Beat
Re-ouvi esta música no final do ano passado no Incógnito em Lisboa. No dia seguinte decidi descobrir a história dos Gun Club e principalmente do seu membro fundador e front man, Jeffrey Lee Pierce. Uma montanha russa de carreira, cheia de pérolas de um tipo único.

03 - Deborah Washington & The Astros - Shortest Lady
Descobri este tema da Deborah Washington & The Astros numa compilação 'lo-fi' funk e electrónica.
Este tipo de produção com foi uma enorme influencia para a gravação do meu álbum Rui Maia - "Fractured Music". Todos estes sons distorcidos e com ruído dão um certo carácter único às canções - quis dar um toque desta realidade no meu disco que está aí a sair para breve.

04 - Savages - Adore
Adoro este novo disco das 'Savages'. Este single "Adore" está mesmo bem conseguido - com um mood interessantíssimo, com uma letra a tocar a alma. São sem dúvida uma das melhores novas bandas ao vivo e sinceramente não esperava um disco tão bom depois do arrebatador primeiro album.

05 - Cavern of Anti-Matter - Liquid Gate
Descobri este novo projecto do Tim Gane através de um amigo, que conhece a minha paixão pelos Stereolab - antiga banda do Tim. Este Liquid Gate é em colaboração com o Bradford Cox dos Deerhunter e Atlas Sound. É incrível, um dos singles do ano.

07 - Fat White Family - Whitest Boy on The Beach
Os Fat White Family acabaram de lançar um novo álbum "Songs for Our Mothers". O primeiro single retirado é "Whitest Boy on The Beach" que já anda a circular na internet há algum tempo. Tem um toque Krautrock que adoro.

08 - The Flying Lizards - Money
Acho que este 'Money' (original de Barrett Strong) é das covers que mais gosto. É genial. Tem um ambiente verdadeiramente punk/new wave.

09 - Wilco - I'll Fight
Desde que vi os Wilco ao vivo em Barcelona, fica ulta fã da banda. São uma espécie de banda perfeita. São virtuosos (mas não complicam), os arranjos musicais são interessantíssimos e as letras são honestas e sentidas. Que mais é preciso numa banda?

10 - The Kinks - I'm Not Like Everybody Else
Esta é a canção que mais gosto dos ingleses Kinks. A mensagem é especial, escrita para todos nós e para ser cantada em coro. Bem alto.

0 comentários