Benjamin Clementine nos Coliseus de Lisboa e Porto em Junho

BENJAMIN CLEMENTINE NOS COLISEUS DE LISBOA E PORTO EM JUNHO Vi Benjamin Clemantine pela primeira vez em Bilbao, num ambiente inti...


BENJAMIN CLEMENTINE
NOS COLISEUS DE LISBOA E PORTO EM JUNHO

Vi Benjamin Clemantine pela primeira vez em Bilbao, num ambiente intimista e que me arrepiou até à medula. Voltei a vê-lo no Coliseu de Lisboa, no Vodafone Mexefest, e a experiência mostrou-se um pouco diferente, já que Benjamin teve de adaptar a sua performance ao público ávido e barulhento que não sabia como manter a solenidade possível para criar um ambiente propício à emoção contida. O que é certo é que ele soube como dar a volta, e cresceu em palco sobrepondo cada ruído com a sua magnificiência. É com grande prazer que partilho convosco a informação sobre mais duas datas em Portugal, nos dia 1 e 2 de Junho. Engraçado que faço anos a dia 1, parece-me um bom plano para passar o aniversário! 

Foi amor puro, de parte a parte, o que se passou no Coliseu, que veio literalmente abaixo, como se costuma dizer nestas ocasiões, embalado pela sua voz de barítono e a potência do seu piano, numa actuação tão intensa quanto arrebatadora, enquanto interpretava hinos como London, Condolence, Adios, Nemesis ou Cornerstone, cantados por todos a uma só voz.
Miguel Judas, Dário de Notícias

O som do piano foi subindo de intensidade, ligeiramente. E depois ouviu-se aquela voz, qualquer coisa de sobrenatural, das entranhas do mundo, se fez escutar e o Coliseu e a Avenida da Liberdade e – temos a certeza – Lisboa inteira, ficou muda, de olhos brilhantes, totalmente atónita, deixando por momentos as miudezas da vida, virando-se para o essencial, para a humanidade daquela voz, daquela música. 
Vítor Belanciano, Público

Benjamin Clementine está de regresso a Portugal dias 1 e 2 de Junho para dois espectáculos únicos, nos Coliseus de Lisboa e Porto. Chega apenas alguns meses após a digressão que conquistou o público e a crítica em Braga, Aveiro, Porto, Lisboa e Faro, com todos os concertos esgotados. Os bilhetes para o concerto de dia 1 de Junho, no Coliseu dos Recreios, e dia 2 de Junho, no Coliseu do Porto, estão à venda hoje a partir das 16h00 nos locais habituais.

"At Least For Now" é o disco de estreia de Benjamin Clementine, lançado em Abril de 2015, que foi reconhecido como um dos melhores álbuns do ano por numerosas publicações de referência e distinguido com o Mercury Prize 2015, o prestigiado galardão da indústria fonográfica britânica.

Pianista autodidacta, com um percurso de vida atribulado, Benjamin Clementine é um talento precoce, que cresceu inspirado em figuras como Leonard Cohen. Desde que participou no programa televisivo da BBC2 "Later … with Jools Holland" em 2013, tornou-se no artista mais partilhado no Spotify, foi distinguido com o "Best New Act" em Les Victoires de la Musique, esgotou espectáculos em toda a Europa e nos EUA, e tocou nas primeiras partes dos concertos de artistas como Cat Power, Tune-Yards ou Woodkid e nos festivais de verão Wilderness Festival, com curadoria de Bjork, e no Meltdown Festival, de David Byrne.

0 comentários