Em Março, pela Bertrand: Tim, de Colleen McCullough

Tim Colleen McCullough Género: Literatura / Romance Tradutor: Patrícia Xavier Formato: 15 x 23,5 cm N.º de páginas: 284 D...


Tim
Colleen McCullough

Género: Literatura / Romance
Tradutor: Patrícia Xavier
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 284
Data de lançamento: 11 de março de 2016
PVP: € 16,60
ISB: 978-972-25-2979-2

Uma história de amor única e inesquecível

Acabado de completar-se um ano da morte de Colleen McCullough, conhecida autora best-seller de renome internacional, a Bertrand Editora publica Tim, a obra que inaugurou a sua carreira literária. A par de Pássaros Feridos, este é a nível internacional o seu livro de maior sucesso. Com Tim, Colleen McCullough traz-nos uma história de amor pouco convencional entre uma mulher, Mary Horton, de 43 anos, e um jovem lindíssimo de 25 anos, mas com «a cabeça de uma criança» de cinco anos. Esse homem é Tim Melville. Esta história, que inspirou um filme com o mesmo nome com Mel Gibson no papel principal, conta com personagens e um enredo de grande envolvência. O que está certo e errado, os juízos de valor e morais vão ganhando cada vez mais peso à medida que a leitura vai avançando. 

LIVRO
Mary Horton tem quarenta e três anos e vive num subúrbio tranquilo, de classe média, na costa australiana. É uma mulher solteira, muito rígida e distante, que conseguiu construir uma vida a pulso, mas o seu conceito de «vida» não inclui relações pessoais. Sem um namorado nem amigos, Mary não quer deixar ninguém entrar na sua vida solitária.
Tim Melville é um trabalhador manual de vinte e cinco anos, com o rosto e o corpo de um deus grego, mas a cabeça de uma criança. Num mundo cruel e inflexível, apesar da sua família maravilhosa, Tim acaba muitas vezes por se deixar levar pelos que se dizem seus amigos e se aproveitam dele. Tim conhece Mary por acaso numa manhã de verão, e aquilo que começa por ser um dia de trabalho para ele transforma-se numa relação que vai mudar a vida dos dois. 

AUTORA
Colleen McCullough nasceu na Austrália em 1937. Começou a sua carreira literária com a publicação de Tim, seguido de Pássaros Feridos, um best-seller internacional que bateu todos os recordes. Ambos foram adaptados ao cinema. Além dos romances individuais que foi escrevendo, a autora publicou duas séries. «O Primeiro Homem de Roma» retrata em seis volumes e de forma excecional a história da Roma Antiga. A série foi elogiada por muitos historiadores e políticos, incluindo Kissinger. «Carmine Delmonico» é uma série policial com cinco títulos publicados. A autora morreu em janeiro de 2015, aos 77 anos, na ilha de Norfolk, no Pacífico, onde vivia com o marido.

IMPRENSA
«Ainda mais provocador e intrigante do que Pássaros Feridos.»
- Washington Post

«Deixa-nos o coração a bater com força.»
- New York Times

0 comentários