[Diário de Bordo] Prestes a ir para Paredes de Coura

Foto de 2013, já na minha terceira edição de Coura e com um cabelo bem mais comprido que o de agora! Tenho uma paixão máxima por este f...

Foto de 2013, já na minha terceira edição de Coura e com um cabelo bem mais comprido que o de agora!
Tenho uma paixão máxima por este festival. Inexplicável. Desde o Verão de 2011 que sinto que sou uma pessoa muito mais rica a vários níveis por ter conhecido não só o festival como a vila de Paredes de Coura. Desde o sítio onde tenho acampado todos os anos, às pessoas da vila sempre tão sorridentes, simpáticas e prestáveis, àquele rio irresistível mesmo quando está gelado, às chuvas, umas vezes maiores outras menores, que acabam por abençoar o festival quase todos os anos, ao cartaz sempre surpreendente (saio de lá sempre com mais reportório do que entrei), Paredes de Coura tornou-se uma segunda casa muito rapidamente. Com o blogue tive a oportunidade de conhecer organizadores e promotores e desde cedo mostraram um respeito e um carinho tão grande pelo blogue, pela sinceridade das minhas palavras quando falava do festival ainda antes de ir como Imprensa (que vai acontecer pelo terceiro ano consecutivo), que sem dúvida para mim é o melhor festival de música em Portugal. Os pormenores dos casos distribuídos pela praia, a literatura, poesia e jazz com que vamos sendo brindados enquanto descontraímos e apanhamos os nossos banhos de sol, rezando pela recuperação do corpo para mais uma noite de festival, podem parecer subtis, mas fazem toda a diferença. Acho que este é um festival que tem tudo no sítio certo e pelo que se tem visto no Facebook este ano, para quem acampa as condições estão cada vez melhores! Eu agradeço, que lá acampo todos os anos, mesmo com os problemas nas costas. Mas nada, casa nenhuma, substitui o que é chegar de sorriso no rosto, exausta, à tenda e olhar para aquele céu magnífico completamente estrelado. Mesmo quando só estão perto de 10º, não consigo não contemplar por momentos antes de entrar na tenda e colocar a cabeça na almofada. É o universo a alinhar-se e a fazer sentido. São dias em que nem me preocupo em olhar-me ao espelho e se estou bem ou estou mal, em que posso pousar computadores e telemóveis para viver as experiências, são dias em que a música, a natureza e o descanso mental são a única prioridade. E por isso fica o aviso de que não sei se terei oportunidade de pelo menos uma vez por dia vir aqui ao computador, mas que no final de certeza que terão um daqueles posts gigantes, só para os mais resistentes, sobre a experiência. É que para além de imprensa vou como road manager dos First Breath After Coma que actuam dia 19 com a participação do Noiserv! É o que eu digo, vai ser um Paredes de Coura do caraças!

Para quem vai acampar, coisas importantes, para além do óbvio como roupa normal e de praia, calçado (confortável!!!) e objectos/produtos de higiene pessoal comuns em viagens:
- Tupperwares, talheres, copos
- Repelente, Fenistil
- Lanterna
- Rolos de papel higiénico e/ou umas quantas embalagens de lenços. Toalhitas higiénicas também salvam vidas.
- Pelo menos um casaco bem quente ou camisolas quentes, porque do dia para a noite chegam a fazer 17º graus de diferença! Lenços e cachecóis também podem salvar vidas durante a madrugada.
- Uma bolsa impermeável onde possam levar os vossos shampôos, etc, para os chuveiros.
- Tenham sempre alguma comida portável convosco para poderem levar para a praia
- Telemóveis de longa bateria, deixem os smartphones em casa e façam como eu, comprem daqueles de 10€ com autonomia suficiente para uns bons cinco dias e desintoxiquem das internets :) 
- Para quem usa lentes de contacto, levem liquido de sobra porque como podem não ter água limpa à mão, pode salvar a sensibilidade dos vossos olhos
- Tenham sempre água convosco. Seja porque está demasiado escuro e estão demasiado preguiçosos para irem às casas de banho lavar os dentes, seja porque desidratarem num festival não pode ser uma opção. 
- Para quem gosta de ir ao intermaché e trazer de lá garrafas e garrafas de álcool, por mim tudo bem desde que não as deixem espalhadas ou empilhadas por aí depois de as usarem. Tenham sempre sacos do lixo e a cada dia, antes de irem para o recinto, despejem o lixo. 
- Mas acima de tudo, levem boa disposição e deixem os problemas em casa. Libertem-se disso, vão com boa fé e em espírito solidário, todos adoramos aqueles vizinhos, seja da toalha no rio, seja da tenda ao lado, que nos oferecem algo que vê que nos faz falta ou apenas nos dirige um bom dia de sorriso no rosto. Estamos todos ali para o mesmo, passarmos tempos memoráveis, trazendo connosco boas recordações. 

Em termos de experiências, para quem nunca foi, alerto apenas para as filas ao final do dia para os chuveiros, se bem que este ano há bem mais, têm comidas e bebidas dentro da parte do campismo com sumos de laranja naturais, sandes e café a bons preços, na praia fluvial têm umas casas de banho bem jeitosas (desde que as consigam manter limpas!) com chuveiros privados, mas as filas também costumam ser demoradas, têm uma barraquinha de cerveja e somersby que salva vidas, é bom bom bom levar um livrinho para passar a tarde, umas cartas para um grupo de amigos, e para quem usar campingaz, por favor MUITO CUIDADO! Se vão usar pela primeira vez, tentem estar com alguém já experiente nisso, não queremos acidentes desnecessários no nosso paraíso, certo? 

Não há grandes segredos a fazer a mala para Paredes de Coura a não ser ter em conta que o tempo muda rapidamente e que por isso convém terem roupa para o calor e para o frio. Ninguém vai estar a reparar se estão a repetir as mesmas calças ou os mesmos calções, ou se x é mais cool que y. Paredes de Coura vai ter sempre as suas gentes com a sua originalidade, mas não deve ser uma preocupação parecer "cool". Claro que há fotógrafos que vão tirando fotos a quem acham mais originais, mas por favor, Paredes de Coura é para viver e relaxar e respirar aquela natureza e a música, deixem as preocupações estéticas de lado, Coura dá-vos uma beleza natural só por lá andarem! Para quem gosta de se preocupar com essas coisas apenas lembrem-se, saindo do banho, provavelmente vão ficar na mesma com algum pó no corpo até chegarem à tenda e vestirem-se por completo, quem usa maquilhagem leve boas toalhitas desmaquilhantes, não durmam com isso! Eu sou suspeita. Eu mal me olho ao espelho durante os dias em que lá estou e se calhar lembrar pentear-me é uma sorte. Estou para ver como é que vai correr com este cabelo curto e sempre a espetar por todo o lado. Ahahah

E é isto! Se ainda for a tempo, espero ter ajudado! Já sabem, divirtam-se sejam felizes! Contem-me depois como foi :) 

0 comentários