Citações Aleatórias #52 - Afonso Cruz - Nem todas as baleias voam

(...) eram isso os fantasmas, restos das pessoas que amámos, e a nossa casa ficava assim, reple...


(...) eram isso os fantasmas, restos das pessoas que amámos, e a nossa casa ficava assim, repleta de assombrações modernas e antigas, densas e subtis. Tínhamos um protocolo com a memória, tínhamos assinado, juntamente com a dádiva da vida, o compromisso de carregar os mortos no nosso corpo, nos móveis da casa, nas paredes e na luz esmaecida dos candeeiros de estanho e de cobre, e cumpríamos esse contrato com um rigor e uma ética absolutamente notáveis, a ponto de, tantas vezes, chorarmos sem qualquer razão aparente.

Afonso Cruz, Nem todas as baleias voam

0 comentários