[Diário de Bordo] My Weekend is All Booked!

Quem me dera que ali o título fosse verdade e que não tivesse mais nada para fazer se não ler! Recentemente chegaram estes livrinhos cá ...


Quem me dera que ali o título fosse verdade e que não tivesse mais nada para fazer se não ler! Recentemente chegaram estes livrinhos cá a casa e nem tenho mãos, olhos ou atenção, a medir para eles. Estou sensivelmente a um terço d'A Célula Adormecida, de Nuno Nepomuceno, e que bela leitura está a ser! Já tinha gostado da trilogia Freelancer, mas confesso que o salto que o autor deu na maturidade da sua escrita é palpável. O do Valter Hugo Mãe é o que se segue! Já li os primeiros capítulos e o coração já se aperta com a emoção. E quem diria que eu um dia iria voltar a ler Stephenie Meyer? Acho que no fundo nunca acreditei que ela voltasse a escrever muito mais, depois da tão badalada, e quase esquecida (afinal estamos num mundo de fenómenos rápidos e intensos que tão são a melhor/pior coisa do mundo como a seguir puff! E isto passa-se em todas as vertentes artísticas) saga Twilight! Mas estou curiosa, e claro que vou ler. Cassadra Clare, minha querida! Que saudades tinha tuas! Ainda tenho ali as Crónicas de Bane para ler, mas acho que ele vai ter que esperar mais um bocadinho! O Projeto Rosie e Tudo Tudo e Nós vou ler graças ao entusiasmo que tenho visto pelos mesmos. São duas novidades recentes da Editorial Presença e parecem-me o estilo de leitura que iria adorar num qualquer momento mais relaxado. Cem Anos de Solidão é um livro que, inacreditavelmente, nunca li. Estou também muito curiosa com o novo de J. Rentes de Carvalho que, mesmo com a idade avançada que tem, nunca pára de surpreender. O Livro das Coisas Boas é um pequeno livro ideal para se oferecer como prenda de Natal a qualquer pessoa, mas acredito que as mulheres, de qualquer idade, terão um pouco mais de queda para ele. Juan José Millas é um autor que nunca li, mas que tenho ouvido falar bem, por isso também está nesta pilha de próximos a ler! Falta aqui o livro As Raparigas, editado pela Porto Editora, que foi emprestado, mas que quando voltar será lido e opinado também. Fica a nota para o Mindfulness, um livro que também já comecei a folhear principalmente pela curiosidade e por ter casos próximos que desconfiava poderem beneficiar de uma aproximação guiada à meditação. Descobri que os princípios básicos desta abordagem ao que nos rodeia e a nós próprios é algo que já faço naturalmente (mais coisa menos coisa) há um bom tempo. Giro! 

E pronto, era bom, não era? Fim-de-semana só a ler...! Só que não :) 
Tenho dois trabalhos da faculdade para carburar a bom ritmo, em que ainda há muita coisa por fazer, fora, claro, as lides da casa, visitar a família boa e também tirar aquele tempo necessário para mim. Afinal todos precisamos do nosso tempo e mimos. Ficam aqui as últimas aquisições e assim que os vá lendo vocês serão os primeiros a saber o que achei. Bom fim-de-semana! 

0 comentários