[8 Anos Blog BranMorrighan] Aniversário no Musicbox - Bilhetes à Venda!

FIRST BREATH AFTER COMA, participação de Noiserv 2013 marcou o aparecimento dos First Breath A...


FIRST BREATH AFTER COMA, participação de Noiserv
2013 marcou o aparecimento dos First Breath After Coma quando lançaram “The Misadventures of Anthony Knivet”, que os levou a rádios internacionais e festivais como Monkey Week e Bons Sons. Em 2016, "Drifter" marcou o regresso da banda aos discos e contou com a colaboração de convidados como Noiserv e André Barros. Fecharam-se meses a fio a trabalhar de manhã à noite em experiências. Gravaram sons de quase tudo o que os rodeava, perderam-se nas discografias da evolução do rock e da música electrónica e o resultado chamado “Drifter” carrega o DNA dos First Breath After Coma mas aponta ainda mais caminhos para o presente e para o futuro desta jovem formação leiriense. "Salty Eyes" foi o primeiro single, com vídeo de Vasco Mendes, ao qual se sucedeu "Umbrae". Desde Maio já encheram salas em Leiria, Porto, Coimbra e Lisboa, passaram pelo palco Vodafone.FM no Festival Paredes de Coura e foram seleccionados para representar Portugal em festivais como Reeperbahn e Eurosonic (a realizar em Janeiro de 2017). Entretanto, também já passaram por Espanha, França, voltaram à Alemanha, e recentemente estiveram em Londres, Inglaterra, com concerto esgotado e já têm regresso marcado. Antes de rumarem ao Eurosonic, passam pelo Musicbox e contarão com a presença especial de Noiserv que para além da participação na Umbrae poderá reservar outras surpresas.



MIRA, UN LOBO!
Há algo em Mira, un Lobo! que atinge o nervo poético de algumas das referências do nosso tempo: o blogger americano Kavit Sumud (“The Sights and Sounds”, “Indie Shuffle”) caracteriza-o como “complex electronica, cascading circadian rhythms … serotonin streams and dopamine dancefloors”. O blogue inglês “Repeat Button” maravilha-se com as paisagens exuberantes que são “unbelievably, inexplicably, insanely intoxicating”, “[finding] synths so sublime I feel like maybe heaven is actually here on earth.” Depois de se estrear nos palcos além-fronteiras, o inicio de 2017 foi o momento escolhido pelo artista para se apresentar, finalmente, ao vivo em território nacional. O lobo, outrora solitário, faz-se agora acompanhar em concerto dos músicos Eliana Fernandes (voz e sintetizadores) e Nuno Lamy (Sintetizadores e guitarra). A data escolhida para esta primeira atuação em Portugal, dia 6 de Janeiro, serve também para celebrar o aniversário de um dos blogues que mais apoio tem dado aos novos talentos nacionais, o Bran Morrighan. Avizinha-se uma noite à flor da pele, onde os sentidos se conjugam ao sabor do mais intenso balanço sonoro.



DAILY MISCONCEPTIONS
Daily Misconceptions é o alter ego de João Santos, um projecto de música electrónica sediado em Lisboa e que desde a primavera de 2016 tem vindo a apresentar “Our Little Sequence of Dreams” um pouco por todo o país. O primeiro LP de Daily Misconceptions é um delicioso embrulho que encerra sete canções perfeitamente balançadas entre a electrónica e a pop, deliciosamente cândidas e sonhadoras e que pedem para ser vividas sem qualquer urgência. Neste disco, as canções que mais parecem vinhetas deliciosamente oníricas deixam a descoberto uma atenção minuciosa às texturas e às melodias quase inocentes, que nos deixam rendidos e embevecidos desde o primeiro segundo. Neste concerto para o aniversário do Bran Morrighan estará como sempre acompanhado pela artista visual Sara Esteves, que transforma todos os momentos numa espécie de espectáculo de cinema expandido. A sua presença enaltece a relação simbiótica entre música e imagens tão própria de Daily Misconceptions, usando as falsas ideias quotidianas, de texturas orgânicas e coloração indefinida, como a matéria prima para a criação de um mapa sincero, mas imprevisível. Vai ser especial.



ANIVERSÁRIO BRANMORRIGHAN
Tudo começou há oito anos atrás, quando eu, Sofia Teixeira, de forma totalmente inconsciente, decidi criar um blogue. De um diário pessoal, o blogue BranMorrighan, cujo nome vai buscar o imaginário da mitologia celta, passou a ser uma referência entre os blogues de literatura e faz agora três anos que integra também o universo dos blogues de música. A intenção é simples: viver a música que de melhor se faz em Portugal e partilhar essa experiência com os outros. Na terceira festa que organizo no Musicbox, que desde a primeira se tornou uma casa muito querida, o cartaz apresentado não é, novamente, inocente. A aposta é claramente virada para projectos emergentes, mas também para aqueles que acredito já terem passado essa fase e serem agora uma confirmação. Teremos então três participações portugueses que representam o que de melhor se está a fazer em Portugal: Daily Misconceptions, com a sua electrónica sonhadora e cinematográfica; Mira, Un Lobo! estreia-se em Portugal com este concerto e é dono de uma electrónica mais densa e catártica; e os First Breath After Coma, que misturam post-rock com formato canção e percorrem um espectro sonoro alargado e arrebatador. Estes últimos contarão com a participação do artista português Noiserv que contribuiu com uma colaboração para o último disco da banda na música Umbrae. As surpresas costumam acontecer neste dia, por isso apressem-se a reservar o vosso bilhete: vai ser MEMORÁVEL!

https://www.bol.pt/Comprar/Bilhetes/44226-bran_morrighan_feat_fbac_mira_un_lobo_daily_misconceptions-musicbox/

0 comentários