[8 Anos Blog BranMorrighan] Os Parabéns ao blogue, da Ana Cláudia Silva

Tenho andado a publicar estes textos por ordem de chegada, mas a verdade é que estava ansiosa qu...


Tenho andado a publicar estes textos por ordem de chegada, mas a verdade é que estava ansiosa que chegasse a vez da Ana. Estão a ver aquele botãozinho do Facebook que diz "See Friendship"? Pois fui tentar perceber como é que de repente a Ana era uma pessoa tão importante para mim, mesmo que ela não saiba. A internet juntou-nos primeiro, a paixão pela música segui-se-lhe e ainda viemos a descobrir tantas outras coisas que partilhamos. Eu de uma forma mais cerebral, ela de uma forma muito mais bonita e poética. Cruzamos os mesmos conceitos com perspectivas que se complementam e acho que é desta maneira que nos entendemos. Dizendo coisas semelhantes em vocabulários diferentes, complementando assim o que pensamos e sentimos nas palavras uma da outra. Querida Ana, obrigada. Obrigada por teres entrado na minha vida, obrigada por partilhares comigo e com o meu blogue os teus textos, por nos dares um pouco de ti. Fui repescar o teu post com fotos nossas do ano passado! Este ano não tirámos nenhuma, parece-me, temos de compensar isso em 2017! Mil Beijos! https://caminhosdeserfeliz.tumblr.com/post/127741705902/agosto-de-2015-cem-soldos-tomar-paredes-de-coura


dizem que não há amor como o primeiro.
ou não há beijo como o primeiro.
mas existe.
assim como existem amizades para sempre.
mesmo quando desacreditamos nas pessoas.

pensei em escrever uma crónica.
registar como conheci a Sofia. 
mas comecei a lembrar-me que não me lembro do momento exacto em que nos vimos pela primeira vez. 
terá sido num concerto organizado por ela no musicbox? acho que sim.

assim como há aquelas pessoas por quem ganhamos uma empatia extrema,
já fomos da mesma equipa de futebol, sentadas no banco de suplentes;
já partilhámos a mesma ideia, a mesma fotografia, o mesmo plano.
até as mesmas emoções.
por vezes, a distância destrói, 
o tempo também. 
mas com a Sofia tudo é diferente. 
tem luz dentro dela,
tem a certeza do seu lado por mais que ela pense o contrário.

agora, doce Sofia, é o momento 
eyes closed and traveling*
sê o corvo e sabedoria. 


* título de uma canção de Peter Broderick 

Retrato que a Ana me tirou este ano antes de eu ficar sem cabelo :) 

0 comentários