[AGENDA] HOJE - Few Fingers no Titanic Sur Mer, Lisboa!

Depois de duas datas em Londres, no The George Tavern e no Paper Dress Vintage, os Few Fingers, em formato banda, voltam à capital portu...


Depois de duas datas em Londres, no The George Tavern e no Paper Dress Vintage, os Few Fingers, em formato banda, voltam à capital portuguesa com o disco Burning Hands, agora também em edição vinil.

Canções simples e despretensiosas, embaladas pela lap steel guitar, que assumem um legado folk e uma escola indie.
Apesar de já terem pensado muitas vezes em fazer algo juntos, o desafio de criarem um tema para a compilação Leiria Calling foi decisivo para que tenham começado a passar finais de tarde juntos em casa a comporem e a gravarem o que iam fazendo.
Sem pressas nem objectivos e ambições pré-determinados, o conjunto de canções gravadas em casa fez todo o sentido num disco que explora as dificuldades de criar e manter relacionamentos com outras pessoas, numa época em que, aparentemente, estamos todos ligados.
“Burning Hands” acaba por ser um disco de canções feitas ali naquele lusco-fusco onde conseguimos parar para pensar um bocadinho em como foi o dia e no que podemos fazer até cairmos de cansaço. Acaba por ser
também um resultado de uma cumplicidade musical previsível mas ainda não consumada.

Os Few Fingers são Nuno Rancho e André Pereira, que em banda se fazem acompanhar de Luís Jerónimo no baixo e Paulo Pereira na bateria.




0 comentários