Em Janeiro, pela Livros do Brasil: A Morte da Canária - Novo livro de S. S. Van Dine na colecção Vampiro

A Morte da Canária S.S. Van Dine Tradução: Darcy Azambuja N.º de Páginas: 288 PVP: 7,70 € Colecção: Vampiro  A Livros do...


A Morte da Canária
S.S. Van Dine

Tradução: Darcy Azambuja
N.º de Páginas: 288
PVP: 7,70 €
Colecção: Vampiro 

A Livros do Brasil acaba de lançar um novo livro de S. S. Van Dine na coleção Vampiro, um nome fundamental da literatura policial norte-americana dos anos 20 e 30. Desta vez, trata-se de A Morte da Canária, a segunda investigação do detective amador, mas genial, Philo Vance. A Livros do Brasil havia já publicado, do mesmo autor, Os Crimes do Bispo, livro que inaugurou a renovada Vampiro. A Morte da Canária é já o oitavo título desta colecção que continua a seduzir os leitores portugueses.

LIVRO 
A bela Margaret Odell, famosa artista da Broadway conhecida como a «Canária», é encontrada morta em casa. Estrangulada cerca das 11 horas da noite, apartamento saqueado, joias roubadas. À primeira vista, tudo leva a crer que se trata de um assalto com desfecho fatal, mas depois de examinar o local do crime Philo Vance não tem dúvidas de que grande parte do que ali está não passa de encenação. Se não foi um qualquer ladrão violento – quem terá atacado a formosa Odell? Da classe mais elevada aos meios mais obscuros, eram vários os homens com quem convivia e na noite em que morreu sabe-se que foi visitada por mais do que um, todos eles porém com argumentos para serem excluídos da lista de suspeitos. Crime tão subtil como inteligentemente perpetrado, apenas o exímio processo analítico do detetive amador Vance permitirá desvendar o mistério d’A Morte da Canária.

AUTOR
S. S. Van Dine (pseudónimo de Willard Huntington Wright) nasceu a 15 de Outubro de 1888, em Charlottesville, EUA. Aluno brilhante, estudou em Harvard antes de partir para Paris e Munique, onde prosseguiu a sua formação em artes e letras e iniciou carreira como editor e crítico de arte. Em 1923, na convalescença de uma tuberculose, lê uma série de romances policiais e fica fascinado pelo género. Três anos mais tarde, lança o seu primeiro romance com assinatura S. S. van Dine, O Caso Benson, que se revela um best-seller imediato. Este será o primeiro de uma série de romances protagonizados por Philo Vance, um detective amador algo arrogante que privilegia os indícios psicológicos dos casos a que se dedica. Com várias adaptações de obras suas ao cinema, Van Dine torna-se um nome fundamental da literatura policial norte-americana dos anos 20 e 30. Morre a 11 de Abril de 1939 em Nova Iorque.

0 comentários