[Casa do Fauno] A Roda da Vida - Beltane

6 Maio (Sábado), 14h30-16h30 | Inscrições Limitadas Curso: A RODA DA VIDA Uma Re-Significação dos Mitos da Roda do Ano (2ª Sessã...


6 Maio (Sábado), 14h30-16h30 | Inscrições Limitadas
Curso: A RODA DA VIDA
Uma Re-Significação dos Mitos da Roda do Ano
(2ª Sessão: Beltane) 
com IRIS LICAN e LILA NUIT

Uma re–significação dos mitos da roda do ano para auto–conhecimento e conexão com o tempo e espaço da terra e da vida

A roda do ano é uma ancestral tradição comunitária de celebrações rituais. A sua origem é milenar e remonta às comunidades paleolíticas nómadas recolectoras, num tempo que precede a agricultura. Foi amplamente utilizada em toda a Europa pagã, com múltiplas leituras simbólicas fruto da experiência concreta das estações, relacionada com as idades da vida de Mulheres e Homens. Nesta proposta, avaliamos de forma transpessoal e experiencial cada um dos 8 festivais da roda do ano como passagens cíclicas simbólicas que permeiam a relação entre o Feminino e o Masculino, através das dinâmicas entre: Terra, Céu, Sol, Lua, Noite, Dia, Mulher, Homem; assim como a relação entre as direções do espaço: Norte, Sul, Este, Oeste, mundo inferior, Céu, centro e coração.

Faz-nos sentido a roda vivencial e não apenas arquetípica: ou seja aquela que se vive na nossa Terra, fruto da sua dança com o Sol a cada estação e no nosso corpo anima(l). Acreditamos que somente pela observação e experiência física dos processos orgânicos podemos ter um entendimento claro das forças energéticas imanentes e transcendentes que nos compõem e das quais somos parte. Podemos então a partir daí abordar múltiplas e subjectivas leituras simbólicas e arquetípicas.

PROGRAMA:

Cada encontro traz algumas interpretações motológicas do festival vigente no momento do calendário. A criação de mitos é uma das mais ancestrais formas de activamente trabalhar consciência individual e colectiva, na partilha do tecer da história e do conteúdo expresso do símbolo, num momento de prática psico-mágica no qual vida, natureza e indivíduo são indissociáveis. Honrando o tempo cíclico no entendimento dos processos orgânicos essencias do nascimento – crescimento – frutificação – fermentação – morte – decomposição – transformação – regeneração; no corpo, na alma, na Terra Oito encontros, um a cada seis semanas, durante um ano e um dia.

- Observação e escuta activa (de si mesmo, do outro, da Natureza)
- Conexão corpo-terra
- Atenção plena
- Interpretação simbólica individual
- A triangulação mito – cultura – indivíduo
- Visão e expressão criativa
- Círculo
- Escrita
- Movimento
- Recolecção de histórias, mitos, canções, preces
- Re-significação das mesmas à Luz de quem somos, do que queremos oferecer ao Mundo e do que a cultura em que vivemos precisa para crescer e restabelecer equilíbrio, do micro ao macro

Iris Lican é artista de dança, investigadora, orientadora, medicine woman e doula. Acredita, como os ancestrais, que a artista, a curadora, a filósofa e a maga são uma só, em integridade dinâmica – formando assim a base do seu acompanhamento, seja de trabalho de corpo, artístico, ritual ou no nascimento, alicerçando-se na congruência entre o corpo e a prática espiritual enquanto forças transformadoras. Vivenciando o corpo como primeiro e o mais essencial instrumento de magia, acredita que a indissociação de Arte e ritual é uma forma de honrar o potencial criativo inato de cada um e de ousar viver plenamente, mas ainda assim com total desapego, o quotidiano e todas as profundas camadas da alma, sendo também um profundo instrumento vivo de questionamento e acção social. Dedica-se igualmente ao estudo, prática e investigação de danças femininas de transe e êxtase (do médio oriente, norte de áfrica e ciganas), movimento contemporâneo, yoga experiencial, inteligência emocional, tantra, eco-paganismo, panteísmo, xamanismo e Sagrado Feminino.

Lila Nuit é Terapeuta, Artista, Performer, Artesã, Criativa, Cozinheira, Professora e Profissional de Comunicação. Licenciada em Comunicação Empresarial, começou o seu percurso artístico em 2008 na Dança Contemporânea, com Rita Lucas Coelho, tendo nos anos seguintes aprofundado Dança Oriental, destacando-se a formação de Movimento Oriental® e Movimento Orgânico® com as bailarinas Iris Lican e Mariana Lemos e o músico Baltazar Molina. Como bailarina e performer participou em vários eventos nacionais e internacionais, destacando-se a Glastonbury Goddess Conference e o Boom Festival. Como criativa e terapeuta, é facilitadora de workshops de Cristaloterapia para Mulheres, faz o acompanhamento de Cristaloterapia aplicada ao Yoga, em especial ovinhos de cristal e dá consultas individuais. Trabalha com terapia de sonhos, xamanismo, libertação somática, Tantra e Cozinha Consciente. Uma das suas grandes fontes de inspiração é o feminino sagrado e consciente. Desde 2011, frequentou diversos trabalhos com Iris Lican e Kathy Jones, tendo criado com a primeira, em 2015, o projecto Feminilidade Consciente, da qual é responsável pela comunicação e facilitadora de encontros e formações.

0 comentários