[Especial Exclusivo] Bed Legs e Ménage no Canadian Music Week the Music Conference and Festival - Entrevista aos Ménage

Contexto da Entrevista:  http://www.branmorrighan.com/2017/05/especial-exclusivo-bed-legs-e-menage-no_99.html Sendo a primeira vez que ...



Contexto da Entrevista: http://www.branmorrighan.com/2017/05/especial-exclusivo-bed-legs-e-menage-no_99.html

Sendo a primeira vez que vos estou a entrevistar, querem apresentar-se e falar um pouco sobre vós?
Ménage é constituído por nós, 3 irmãos e mais 2 amigos ao vivo. Irmãos Gabriel, Bela e Fernando. Filhos de pai Madeirense, de Machico, e mãe de Seixo de Mira... Uma aldeia que pertence a Coimbra. Naturais de Toronto, Canadá, mas a banda nasceu quando estávamos a viver em Los Angeles, California.

De que forma é que surge a banda?
Nós os três estávamos envolvidos noutros projectos musicais, mas não a trabalhar juntos desde os “jams” na sala dos nossos pais em criança. Acho que começou com uma música escrita que pensei em envolver uma parte feminina, depois outra, e uma terceira... até decidir gravar um disco inteiro. Antes mesmo de ter nome, a música já existia.

Têm tido um enorme sucesso na América do Norte e no Canadá, mas em Portugal o vosso nome ainda está agora a dar os primeiros passos. Tendo a banda uma costela portuguesa, é algo que vos preocupa?
A nossa única preocupação é compor o melhor disco possível, transmitindo em gravação e ao vivo aquilo que imaginamos nas nossas mentes. Queremos lançar música e actuar em Portugal por razões egoístas. Adoramos as audiências, cultura, música, o país em geral. Seja a nível comercial, underground, ou só como fonte de inspiração, Portugal sempre será parte da nossa história.

O ano passado lançaram o vosso segundo disco. Que balanço é que fazem desde que o lançaram até agora?
Desde o ano passado fizemos tournée de 14 cidades na China e estamos na última fase de gravação de um novo disco. Está previsto o nosso primeiro single ser lançado em Junho.

Recentemente estiveram em Toronto, no Canadian Music Week the Music Conference and Festival, como é que surgiu a oportunidade?
Como em muitos festivais, as bandas enviam a sua musica, no caso de Canadian Music Week, são bandas de todo o mundo, e são seleccionadas para fazer parte do festival.

E o concerto, como correu? Foram bem recebidos?
Era a nossa primeira atuação em Toronto depois de estar fora meses e em estúdio. Acho que a nossa ausência e os meses de silêncio criaram ainda mais curiosidade por novas músicas. Actuamos num clube cheio e “transpirado”, não podemos pedir muito mais.

Que impacto é que acham que participar neste festival, dentro desta conferência, pode ter para vocês?
É tão difícil dizer o impacto que um festival assim pode ter. Eu pessoalmente gosto de conhecer bandas de outros países. A semana também traz a presença de indústria de vários países que cria uma certa oportunidade que pode não existir noutro dia, mas é difícil planear...Há bandas a toda a hora, em todos os palcos que existem na cidade. Ou seja, muita oferta a pedir atenção no mesmo momento. A Farrah Fawcett era uma manequim ultra famosa por décadas. Poucas pessoas falam da morte dela que infelizmente foi no mesmo dia que o Michael Jackson. Parece cliché, mas a única coisa que uma banda pode fazer é actuar todas as noites como se fosse a ultima.

Partilharam o mesmo festival com Bed Legs, banda portuguesa que, ouvi dizer, agora é uma das vossas preferidas! Que tal foi conhecerem-nos?
Fui apresentado à sua musica enquanto estava em tournée em Portugal. Depois de ver a banda ao vivo, e de conhece-los pessoalmente, fiquei ainda maior få. O maior desafio da semana foi tentar explicar aos Bed Legs que ao contrario de Portugal e além de não fazer sentido nenhum... não é autorizado beber álcool ao ar livre, nem fumar em esplanadas, nem dentro de bares nem em venues.

A realidade musical no Canadá parece-vos muito diferente da realidade em Portugal?
Sim, mais de metade do ano é frio e neve no Canada e ninguém sai para ver musica ao vivo. Haha... Acho que cada vez mais há menos importância de localização de uma banda. Há fãs de Ménage em sítios que ainda não tivemos oportunidade de visitar, mas com o mundo online há possibilidade da nossa musica ultrapassar essas fronteiras.

Algum momento memorável no CMW?
A verdade é que a semana toda foi como um relâmpago, mas comer uma fatia de pizza na baixa de Toronto com um grupo de Braga foi memorável.

E agora, no futuro próximo, o que é que podemos esperar dos Ménage?
Novo single em breve. Temos umas datas nos Estados Unidos no verão, mas esperamos voltar a Portugal na segunda parte de 2017. Ser uma banda independente e com pouca organização, as coisas mudam a qualquer momento... facebook.com/menagetheband é o sitio com todas as novidades e a informação mais em dia!

Fernando – voz/guitarra


0 comentários