[DESTAQUE] Em Setembro, pela Bertrand Editora: Nada, de Janne Teller - O livro mais controverso de Janne Teller que foi proibido na Dinamarca chega a Portugal

Nada Janne Teller Género: Literatura / Romance   Tradução: Ana Diniz  Formato: 15 x 23,5 cm  N.º de páginas: 152  PVP: € 15...

Nada
Janne Teller

Género: Literatura / Romance  
Tradução: Ana Diniz 
Formato: 15 x 23,5 cm 
N.º de páginas: 152 
PVP: € 15,50 
ISBN: 978-972-25-3373-7

«Nada», um livro polémico, chocante e viciante
O livro mais controverso de Janne Teller que foi proibido na Dinamarca chega a Portugal

Publicado em cerca de 30 países, «Nada» tem sido considerado um clássico contemporâneo, comparável ao «Deus das Moscas». Publicado em Portugal a 1 de setembro, o mais recente livro de Janne Teller promete uma leitura aditiva e uma reflexão sobre o significado da vida. «Nada» é um romance intenso e cruel que roça o existencialismo, no qual o sacrifício é um dos temas centrais. Altamente controverso, este livro foi proibido na Dinamarca pouco depois de ter sido publicado, sendo hoje um livro de leitura obrigatória. Janne Teller conta a história de um rapaz de 14 anos, Pierre, que deixa de acreditar no sentido da vida. Para provar que está errado, os seus amigos querem mostrar-lhe que tudo tem significado e, como tal, começam a criar uma pilha de objetos com significado para cada um deles. Cada membro do grupo deverá dizer ao próximo o que sacrificar para que possa contribuir para a pilha de significados e, rapidamente, o descontrolo deste grupo de jovens conferirá a este projeto uma dimensão mórbida e com um desfecho arrasador, explorando a condição humana e aquilo que move cada uma das pessoas.

Vencedor de inúmeros prémios internacionais, como o Michael L. Printz Honor, EUA; Mildred. L. Batchelder Honor Award, EUA; Die Zeit. Luchs Preis, Alemanha; Le Prix Libbylit, França; e Cultural Ministry's Prize, Dinamarca, «Nada» tem servido de inspiração a diversas adaptações ao teatro e ópera.

LIVRO
Pierre Anthon acha que nada vale a pena, a vida não tem sentido. Desde o momento em que nascemos, começamos a morrer. A vida não vale a pena! O rapaz deixa a sala de aula, sobe a uma ameixieira e lá fica. Os amigos tentam fazer de tudo para o tirar de lá, mas nada resulta. Decidem então pôr em prática um plano: fazer uma «pilha de significado». Cada um deve dar algo que tenha significado para si. Mas depressa se torna óbvio que a pessoa não pode dar aquilo que é mais importante para si, portanto começam a ser os outros a decidir. À medida que as exigências se tornam extremas, os acontecimentos precipitam-se para um final arrasador. Um livro polémico e chocante, que convida à reflexão.

AUTORA
Janne Teller é uma conceituada autora dinamarquesa de origem germano-austríaca. Escreve ficção e não ficção. Autora de seis romances, entre os quais Nada, traduzido para mais de vinte línguas e um sucesso de vendas global. Inicialmente proibido na Dinamarca, Nada é hoje um best-seller internacional, com adaptações ao teatro e à ópera no Reino Unido e considerado por muitos como um clássico contemporâneo. É também autora de Guerra – e se fosse aqui, um livro em formato de passaporte sobre a vida de um refugiado, que a autora adapta e reescreve para cada país onde é publicado. A autora Janne Teller estudou macroeconomia e trabalhou nas Nações Unidas e na União Europeia nas áreas da resolução de conflitos e questões humanitárias em muitos países, especialmente em África. Durante vários anos, viveu em Moçambique, na Tanzânia e em Nova Iorque. Atualmente vive em Berlim.

0 comentários