[Diário de Bordo] Dois Meses de Bran - a Montanha Russa da Vida - Parabéns à Debs

Estão a ver este ar de anjinho do Bran? Agarradinho à sua amiga girafa, tão pacífico... Pois é... O Bran tem, neste momento, cerca de do...


Estão a ver este ar de anjinho do Bran? Agarradinho à sua amiga girafa, tão pacífico... Pois é... O Bran tem, neste momento, cerca de dois meses e meio. Ainda me consigo lembrar dele quando mal via, cabia na palma da minha mão e lhe dava biberão. Agora anda sempre numa folia desgraçada. Tem mais energia do que imaginava possível para um cãozinho ainda tão pequeno. Faltam duas semanas para levar a segunda vacina e assim poder começar a ir à rua. Estou como que ANSIOSA que isso aconteça para ver se ele começa a libertar um pouco desta energia. É isto que acho que pode ser mais complicado para os cães de apartamento. Não libertarem a energia que precisam. Felizmente, o Bran raramente vai passar muito tempo sozinho, portanto vamos lá ver como as coisas correm. 

Em relação aqui à moça que escreve este blogue, contra todas as vozes na minha cabeça (porque tenho mesmo muito trabalho pela frente) descansei nos últimos dois dias. Foi tempo de família, refeições e sobremesas saborosas, noitadas de jogos de cartas, monopólio, até Bingo! Soube bem descansar um pouco do pensamento científico. Eu sei que pareço uma cassete ao repetir isto, mas 2017 foi um ano mesmo duro e acabou a dar-me uma coça valente. Uma série de sucedidos que me deixaram abananada e que me vão atormentar um pouco durante uns tempos (pelo menos até ver algumas coisas resolvidas). Ainda assim, acredito que há-de tudo correr pelo melhor. Sem dúvida que sinto que 2018 será um ano muito importante para terminar alguns ciclos e começar outros. O facto de estar, em princípio, no último ano de doutoramento é entusiasmante e assustador ao mesmo tempo. Confesso que o depois ainda está por definir. Será em Portugal? No estrangeiro? Poderei continuar a fazer tudo o que faço agora? Mas sabem que mais? Não estou assim tão ansiosa com as respostas, o que é um bocado surpreendente para mim. Agora vou-me focar em escrever a minha pré-tese de doutoramento, depois em defendê-la. Logo a seguir terei que escrever a tese em si, mas paralelamente continuarão a haver projectos científicos e outras iniciativas entusiasmantes. Talvez em Janeiro já vos possa dar uma bela novidade! 

O que eu sei que vai acontecer logo na primeira Sexta-feira de Janeiro de 2018 é a Festa de Aniversário do blogue no Musicbox Lisboa com Nada-Nada, TIPO e Whales. Todas as informações e link para bilhetes aqui: http://www.branmorrighan.com/2017/12/9-anos-blog-branmorrighan-festa-de.html

Entretanto, sou capaz (mas já só em Janeiro) de fazer balanços literários e musicais de 2017. Eu sei que os TOPs já saíram todos, etc. etc., mas ainda vou acabar de ler pelo menos dois livros até ao final do ano e sabe-se lá as surpresas  musicais que podem acontecer em menos de nada. Como por exemplo, o The Legendary Tigerman disponibilizou, de surpresa, na semana passada o seu mais recente disco. Por falar nisso, entre hoje e amanhã vou escrever sobre o seu concerto no Coliseu, com os Linda Martini. Foi uma bela noite, sim senhor! Foi uma espécie de caminhada pelo tempo, sendo que se chega ao final com a certeza que se está perante dois projectos musicais inebriantes que atravessam dimensões e gerações, tendo-se tornado duas das maiores referências da música portuguesa. 

Já agora: PARABÉNS DÉBORA UMBELINO! Esta lindona, também conhecida por Surma, faz hoje anos! É das miúdas mais incríveis e indescritíveis do nosso universo. Um coração e um talento maiores que o mundo. Merece tudo de bom que lhe tem acontecido. É como uma irmã mais nova para mim e tem sido um orgulho imenso vê-la crescer. Beijos, miúda! O mundo é teu :) 


0 comentários