[ESTREIA VÍDEO] Ghost é o novo single dos Whales, vídeo por Casota Collective

Ghost é o novo single dos Whales, banda leiriense, com vídeo produzido pela Casota Collective. Este é o tema de abertura do disco de estr...

Ghost é o novo single dos Whales, banda leiriense, com vídeo produzido pela Casota Collective. Este é o tema de abertura do disco de estreia, com data prevista para Março, que a banda considera um passo importante para a definição da nossa identidade e uma pré-visualização da nova sonoridade dos Whales que estará vincada no álbum.
O vídeo vem na consequência de um imaginário em que a pureza da mente é contaminada por fantasmas do passado, presente e futuro. A presença e aceitação destes molda-nos e faz de nós quem somos. reforça a banda.

Por parte da Casota Collective este foi mais um desafio! Não tínhamos muito tempo para o pensar nem para executar. Surgiu a ideia de construir um cenário idílico, onde o branco governa e transmite um sentimento de pureza, inocência e tranquilidade. Mas como todos sabemos, toda a tranquilidade e pureza são efémeras, logo criámos um elemento que entra e contamina o quarto numa dança que tem tanto de caótica como de bela. O plano de sequência era o ponto-chave para que a experiência visual fosse o mais intensa possível. Tínhamos apenas um take, uma oportunidade para capturar o momento. Como era de esperar, durante esse take a tensão foi gigante, nada podia correr mal, mas o Guilherme e o Francisco fizeram um excelente trabalho e compensou o risco!

Os Whales irão entrar em digressão europeia antes da edição portuguesa do disco. Vejam o vídeo e saibam tudo a seguir.


"Ghost" anuncia o disco de estreia, que vai ser pré-apresentado numa tour por nove países.

Com lançamento no final de Março, o disco dos Whales vai ser desvendado ao vivo ao longo de mais de 20 concertos onde os alinhamentos vão acolher, aos poucos, todos os temas novos do disco homónimo.

Durante o processo de gravação, alguns temas habitualmente tocados ao vivo acabaram por ficar de fora e outros acabaram por tomar o seu lugar.

Num processo de desvenda contínua, o disco vai começar por ser revelado a partir da próxima Sexta-feira, no Musicbox, em Lisboa, passando pelo festival leiriense "Clap Your Hands Say F3st" e ainda com as restantes datas da digressão Super Nova (com os 10.000 Russos e os Throes + The Shine).

Nas datas internacionais - em que se acompanham pelos Fugly e resultantes de uma parceria entre a Omnichord, a Pointlist e a Bullet Seed - os Whales já vão apresentar o alinhamento definitivo com que depois voltarão a correr o país em nome próprio.

Portugal, Espanha, França, Bélgica, Holanda, Alemanha, Polónia, República Checa e Itália em mais de 20 palcos para chegar a uma nova fase deste trio que promete deixar a sua marca neste ano de 2018.

05/01 - Musicbox, Lisboa
12/01 - Teatro Miguel Franco, Leiria
13/01 - Bang Venue, Torres Vedras
20/01 - Gretua, Aveiro
03/02 - Club, Vila Real
17/02 - Carmo 81, Viseu
03/03 - Gingal Terrasse, Cacilhas
16/03 - Saint-Jean-de-Laur (FR) 
17/03 - Limoges (FR) 
18/03 - Antuerpia (BG)
20/03 - Eindhoven (NL) 
23/03 - Chemnitz (DE) 
24/03 - Hannover (DE)
25/03 - Berlim (DE)
26/03 - TBA  (PL) 
27/03 - TBA (PL) 
28/03 - TBA (CR) 
29/03 - Viacenca (IT)
30/03 - Bolonha (IT)
31/03 - Roma (IT)
1/04 - Perpignan (FR)
4/04 - Oviedo (ES)
5/04 - Lugo (ES)

Os Whales resultam da divisão dos extintos Backwater & The Screaming Fantasy (de onde Débora Umbelino saiu para criar Surma e os restantes elementos avançaram enquanto Whales). Venceram o festival Termómetro e, depois de terem, ao longo de dois anos, corrido o país a amadurecerem a sua formula e o seu universo, estão agora prontos a mostrar finalmente o seu disco de estreia.  

0 comentários