[DESTAQUE] Whales Lançam Disco de Estreia

Dia 16 de Março fica marcado pelo lançamento do disco de estreia da banda leiriense Whales. Acompanho estes rapazes há tanto tempo, a...


Dia 16 de Março fica marcado pelo lançamento do disco de estreia da banda leiriense Whales.

Acompanho estes rapazes há tanto tempo, ainda alguns deles eram dos Backwater and the Screaming Fantasy, banda da qual a Surma também fazia parte, que não podia estar mais contente e orgulhosa com este lançamento e com este disco. É um disco que cresce a cada audição e que já passa em loop por estes lados. Ao vivo são uma uma espécie de bomba crescente. Cada palco que pisam é uma nova experiência que os faz crescer, tendo como consequência electrizarem qualquer ambiente por onde passem. Honestamente, para mim, é já um dos discos do ano. Ouçam e apanhem-nos por aí!



O disco de estreia dos Whales, Por Ruy Estevão (radialista) 
Viajar é uma constante, seja de que forma for, quando e onde conta como tudo o que é importante, e é claro que a sensação de conforto ajuda. Um dos melhores meios de transporte é, sem dúvida, a música. Sempre foi e vai ser. A fórmula da viagem, bem, aí muda de figura. Por exemplo, se for na classe electrónica aparece sempre alguma dúvida, que é razoável. Porém, caríssimos e caríssimas viajantes, convém explicar que a música electrónica não significa djs ou produtores - por quem tenho respeito, ou pelo menos pelos que fazem aquilo que a alma manda. Em Portugal, muitos anos antes da nossa revolução, já um dos nossos melhores maestros, e homem sem medo de experimentar, fazia as suas primeiras experiências juntando electrónica ao piano clássico, puro, bem trabalhado e estudado. Seu nome, Jorge Peixinho. Pareceu-me a ligação ideal para este mar onde estão os Whales que tão bem cruzam oceanos, como diriam o Erasmo e o Roberto. Em salas fechadas, desde miúdos, misturam instrumentos e electrónica. Bate certo, chamam para si quem quer viajar, seja para onde for. Seja para fugir de algo, seja porque quer ir. E tão bem que eles estão a fazer isso.  
Não quero propositadamente falar em faixas, nos seus nomes, até porque sei que me arrependeria. Estou a escrever estas palavras em Fevereiro e escuto o disco desde Janeiro. As minhas preferidas já mudaram duas ou três vezes e não vou ficar por aqui. É muito bom sinal. 
Não gosto de pormenores técnicos porque nada sei tocar e muito pouco sei produzir, gosto mais de escrever sobre o que sinto perante as músicas ou os discos. Para mim é viagem ao sol, é viagem para descobrir coisas nas músicas e em mim. É um daqueles discos que não queria ouvir aos poucos. É disco e vale por isso - pelo todo. Pouco mais se pode pedir a um disco. Estou muito feliz com ele, para onde ele me leva de cada vez que o escuto. 


Venceram um Festival Termómetro, um ZUS! e foram Novos Talentos Fnac, correram festivais como o NOS ALIVE ou os BONS SONS e “Big Pulse Waves” rodou com insistência por muita rádio. Decidiram recomeçar do zero para o disco de estreia. Os ex-companheiros de Débora Umbelino nos Backwater & The Screaming Fantasy passaram de quarteto para trio e com “How Long” e “Ghost” começaram a desenhar uma nova identidade. Na última digressão SUPER NOVA prepararam-se para um autêntico “Euro Sprint”, tour internacional à qual se juntam hoje, e este lançamento prova o que já se tem vindo a escrever sobre os projectos da Omnichord Records “Se 2016 foi dos First Breath After Coma e 2017 de Surma, em 2018 são os Whales que vão ter tudo para surpreender”.  

Digressão Whales (parte 1)
*15/03 - PT - Lisboa  (Iberian Festival Awards) 
*16/03 - FR - Toulouse (Axis Music) 
*17/03 - FR - Limoges  (Espace El Doggo) 
*18/03 - FR - Paris (Secret Show)  
*20/03 - NL - Eindhoven (Het Stroomhuis) 
*21/03 - BE - Antwerp (Cfou) 
*23/03 - DE - Leipzig (aaltra) 
*24/03 - DE - Hannover (Schraub-Bar) 
*25/03 - DE - Berlin (Marie-Antoinette) 
*27/03 - PL - Poznan (Klub POD MINOGA) 
*28/03 - PL - Cracóvia (klub zaczek) 
*29/03 - IT - TBA 
*30/03 - IT - Napoles (Mamamu) 
*31/03 - IT - Roma (Fanfulla arci 5/a) 
*01/04 - FR - Perpignan (Allez Viens) 
*03/04 - ES - Barcelona (Sinestesia) 
*04/04 - ES - Oviedo (La Salvage) 
*05/05 - ES - Lugo (Ho Gruff) 
06/04 - PT – Lisboa (Festival MIL) 
20/04 - PT - Vila Pouca Aguiar (Club 11) 
21/04 - PT - TBA 
27/04 - PT - Torres Vedras (Bang Venue) 
28/04 - PT - Leiria (Stereogun) 
05/05 - PT - TBA  
25/05 - PT - Joane (Contemplarte) 
26/05 - PT - Aveiro (Gretua) 
30/05 - PT - Porto ( Maus Hábitos) 
31/05 - PT - Vila Real (Club) 
01/06 - PT - Ponte de Lima (MAR) 
02/06 - PT - TBA 
15/06 - PT – Santo Tirso (Carpe Diem) 
16/06 - PT - TBA 
*Datas em conjunto com os Fugly na Euro Sprint Tour, promovida em conjunto por três produtoras nacionais, a Bullet Seed, a Omnichord Records e a Pointlist. 

0 comentários