[Diário de Bordo] Doente enquanto me tento manter saudável e livros exclusivos

PT David Dias - Fitness Hut Almirante Reis Olá a todos! Isto é que é... Quando começo a ir ao ginásio regularmente, quando até tento ...

PT David Dias - Fitness Hut Almirante Reis

Olá a todos! Isto é que é... Quando começo a ir ao ginásio regularmente, quando até tento ser mais ou menos disciplinada na minha saúde aparece um imprevisto mais ou menos debilitante. Já ouviram falar na nevralgia do trigémeo, que até é super raro antes dos 50 anos? Imaginem que desconfia-se que tenha isso. Estamos na fase de começar a descartar possibilidades, sendo que ando a antibiótico (um daqueles de espectro mais largo e que me deixa bastante KO) e com pouca disponibilidade, mental e física (porque as dores não têm passado) para me dedicar a muito mais do que seja estritamente necessário como as aulas (enquanto professora) e o doutoramento (vou defender esta semana a minha proposta de tese). 

No entanto, não quero estar para aqui a falar de doenças, logo se vê o que é que acontece, mas antes partilhar convosco o bem-estar físico que andava a sentir antes disto acontecer. É que voltei ao ginásio e mesmo fazendo maioritariamente cárdio, passadas duas ou três semanas já sentia bastante diferença na minha disposição mental e até disponibilidade e capacidade de trabalho. Não tenho hipótese de voltar a jogar basquetebol nem de praticar desporto com horários fixos, por isso entrar numa cadeia de ginásios que me permite tanto ir ao lado do trabalho como perto de casa foi perfeito. Claro que estou naquela fase de adaptação e de compensação (como mais do que devia), mas há alturas em que me lembro daquele bichinho do desporto e de nos levar ao limite, como por exemplo quando estou tão cansada que só me apetecia ir dormir, mas ainda assim me forço a ir para uma elíptica ou passadeira. 

Nesta semana que passou tive as minhas primeiras aulas só de Yoga. Foram com dois professores diferentes, com duas abordagens e cuidados diferentes, mas foram ambas libertadoras. A primeira foi mais ao meu gosto porque foi daquelas aulas de Yoga que nos fazem pingar tanto ou mais que qualquer actividade de alta intensidade. Porém, apesar de a segunda aula não ter sido tão puxada, acabou por ser extremamente importante e inspiradora no que toca à nossa ligação com o nosso corpo e mente. Desde as posturas de relaxamento, à forma como devemos respirar, ao alinhamento da coluna em cada exercício, esta foi uma daquelas aulas perfeitas para iniciantes. Cereja no topo do bolo, gostei mesmo do professor, sem refreio nem vergonha, emitimos o mantra OM (AUM) e acabámos com um belo Namastê.

Esta semana espera-me uma semana daquelas tipo missão impossível. Desde amanhã a dar aulas o dia todo, a Quinta-feira defender a minha proposta de tese, o meu primo também vai casar e tenho ainda reuniões de docência e de projectos. Ufa! Só estou triste porque tenho recebido livros super especiais e não tenho tido muito tempo para avançar com as leituras. Mas vejam só estes dois mimos da Porto Editora e da Editorial Planeta Portugal:






















Aqui está uma bela surpresa e uma grande estratégia de promoção! Chegaram com um dia de diferença e agora a dificuldade é tentar ver em qual pegar primeiro. Até porque já tinha começado um livro novo, o Ensina-me a Voar Sobre os Telhados, de João Tordo. Querem-me ajudar a decidir qual o primeiro a ler? :) Beijos e boa semana!

0 comentários