Em Abril, pela Nascente: Shinrin-Yoku, Dr. Qing Li – A arte que vem do João para nos ligar à natureza

Shinrin-Yoku – A arte que vem do João para nos ligar à natureza Dr. Qing Li  Com os direitos vendidos para inúmeros países, Shinrin...


Shinrin-Yoku – A arte que vem do João para nos ligar à natureza
Dr. Qing Li 

Com os direitos vendidos para inúmeros países, Shinrin-Yoku – A Arte Japonesa da Terapia da Floresta é um belíssimo guia prático, profusamente ilustrado, sobre a terapia que dá energia e reduz o stress. Este conceito já é usado em Portugal e conta com o apoio do programa de financiamento europeu Portugal 2020.

Em japonês, shinrin significa «floresta» e yoku «banho», pelo que shinrin-yoku se traduz por banhar-se na atmosfera da floresta, absorvendo todos os seus sons, cores, odores e texturas. Trata-se, simplesmente, de estar na natureza, estabelecendo uma ligação imersiva com ela através dos sentidos. Este é há décadas um dos pilares da cultura japonesa, mas agora os seus efeitos transformadores são reconhecidos por todo o mundo.

O trabalho do Dr. Qing Li, um dos maiores especialistas em medicina florestal, prova que estar rodeado de árvores ou plantas (mesmo no conforto de casa) reduz a pressão arterial, diminui o stress, aumenta a energia, favorece o sistema imunológico e leva-o até a perder algum peso excessivo. Este livro, que contém um mapa com as 40 florestas mais maravilhosas do mundo, em que uma delas é portuguesa: Florestas de Sobreiro (Alentejo), desvenda todos os segredos e maravilhas da terapia da floresta, e incentiva-o a experimentá-la.

O conceito já é usado em Portugal, tendo sido reconhecido como Turismo de Natureza pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Todos nós sabemos como é bom o contacto com a natureza. Os sons da floresta, o cheiro das árvores, os raios de sol a espreitar por entre as folhas, o ar fresco e limpo - oferecem-nos uma sensação de conforto. Estes aliviam o nosso stress e as nossas preocupações, ajudam-nos a descontrair e a pensar mais claramente. O contacto com a natureza permite repor o nosso ânimo, devolver a nossa energia e vitalidade, revigorar-nos e rejuvenescer-nos.



0 comentários