Em Junho, pela Contraponto: O Meu Coração Só Tem Uma Cor, de Joana Marques

O Meu Coração Só Tem Uma Cor Joana Marques Género: Humor | Formato: 15 x 23,5 cm| N.º de páginas: 296 | PVP: €16,60| I De por...



O Meu Coração Só Tem Uma Cor
Joana Marques

Género: Humor | Formato: 15 x 23,5 cm| N.º de páginas: 296 | PVP: €16,60| I

De portista para portistas, eis o livro de um grande talento do humor português
“O Meu Coração Só Tem Uma Cor”, de Joana Marques, tem prefácio de Pinto da Costa e revisita toda a história do clube até à vitória no último campeonato

O lançamento do livro acontecerá no Museu do Futebol Clube do Porto, a 21 de junho, às 18h30, com participação de vários notáveis portistas, como Francisco José Viegas ou Manuel Serrão, entre outros nomes a anunciar brevemente.

LIVRO
Tornaram-se famosas as suas participações nas galas de atribuição dos Dragões de Ouro, do Futebol Clube do Porto. Numa delas, em Outubro de 2017, talvez antecipando a alegria da conquista do campeonato, fez Sérgio Conceição chorar de tanto rir. O humor portista de Joana Marques dá agora origem a um livro, intitulado O Meu Coração Só Tem Uma Cor, que aborda os grandes momentos da história do clube, até à conquista do último campeonato, e chega às livrarias a 22 de junho, com chancela da Contraponto.

O prefácio é de Pinto da Costa e o presidente do clube elogia-lhe não só o bom gosto e o talento, mas chama-lhe também dragona e «uma espécie de Rui Barros», por não ter «estatura para um combate muito físico», mas ser capaz de reagir «sempre em grande velocidade e com muito humor, o que também define e distingue os mais inteligentes».

Joana Marques é indiscutivelmente um dos grandes talentos do humor português e o seu portismo é inversamente proporcional ao seu tamanho. Neste livro que parece um jogo, ilustrado pelo também portista Pedro Vieira, Joana Marques vai do primeiro ao nonagésimo segundo minuto – aquele em que os jogos se decidem a favor dos dragões – jogando sempre à Porto. Fazem parte da sua equipa nomes incontornáveis da história do clube – de João Pinto a Vítor Baía, passando por Domingos Paciência, José Maria Pedroto, Jardel, Hulk, Madjer, José Mourinho, Fernando Gomes, André Villas-Boas, Rui Barros, Sérgio Conceição e, claro, o inevitável Marega, sem esquecer craques como Iván Kaviedes ou Lucas Mareque. E é com eles que Joana Marques revisita de forma divertida grandes momentos da história do clube – das vitórias na Liga dos Campeões e na Taça Intercontinental, passando pelo Penta e pelo inevitável 28.º título de campeão nacional, conquistado no sofá, a 5 de Maio de 2018. Um livro que pode ler-se como quem vê um jogo de futebol, mas com menos nervos, porque está garantido que nele, em todas as páginas, o Porto vence.

Excerto do Prefácio de Pinto da Costa:
«Este é um livro de uma adepta que nos conta histórias, uma por minuto, dos 90 minutos - ou mais - de um jogo de futebol. Aqui cabem alguns dos grandes momentos da história do F.C. Porto, contados naquele registo que nos faz sorrir quase permanentemente. Mas não pensem que este é um livro exclusivamente para portistas. Não, este é um livro para gente bem-disposta, independentemente de partilharem ou não o bom gosto da Joana Marques. Até porque para ela o destinatário de uma boa piada pode ter qualquer cor. Se não soubermos rir de nós próprios também não sabemos rir de mais nada. De qualquer forma, se é um dos nossos, não se preocupe, que há adversários sempre prontos a inspirar a autora…»

AUTORA
Joana Marques nasceu em 1986. Aprendeu a escrever seis anos mais tarde. E nunca mais parou. É guionista desde 2007, tendo já escrito para Herman José, Maria Rueff ou Ana Bola, entre muitos outros. Faz parte da equipa das «Manhãs da 3», na Antena 3, com uma rubrica em nome próprio, Extremamente Desagradável. Foi autora e apresentadora, com Daniel Leitão, do programa Altos & Baixos, e também da sua versão ao vivo. O seu coração só tem uma cor: azul e branco.

0 comentários