Em Junho, pela Elsinore: Uma Odisseia: Um Pai, um Filho e uma Epopeia, de Daniel Mendelsohn

Uma Odisseia: Um Pai, um Filho e uma Epopeia Daniel Mendelsohn  Elsinore | 400 pp | 21,98€ LIVRO Quando Jay Mendelsohn, com ...



Uma Odisseia: Um Pai, um Filho e uma Epopeia
Daniel Mendelsohn 

Elsinore | 400 pp | 21,98€

LIVRO
Quando Jay Mendelsohn, com a idade de 81 anos, decide inscrever-se no seminário para estudantes pré-universitários sobre a Odisseia que o seu filho Daniel leciona na Bard College, tem início uma viagem profundamente emotiva que os levará não só às raízes da literatura ocidental como às da sua própria vida. Para Jay, homem da ciência, este regresso à escola representará um desafio intelectual. Para Daniel, será a derradeira oportunidade de recuperar o tempo perdido e, finalmente, colmatar a distância que sempre existiu entre os dois.
Nos intensos meses em que exploram a obra de Homero, dentro e fora da sala de aulas, fundindo memórias com ficção, torna-se claro que ambos, pai e filho, têm muito a aprender um sobre o outro e sobre si próprios.
Escrito na primeira pessoa anos depois, Uma Odisseia é, ao mesmo tempo, a revisitação literária de um clássico e o diário sentimental dessa viagem. Uma combinação memorável de vida e literatura do autor bestseller e multipremiado (Prémio Médicis, National Book Critics Circle Award, Prémio Méditerranée). Primeiros capítulos disponíveis para leitura em www.elsinore.pt.

AUTOR
Daniel Mendelsohn (Nova Iorque, 1960) é doutorado em Estudos Clássicos pela Universidade de Princeton, professor de literatura clássica no Bard College, tradutor de poesia, ensaísta e crítico literário. Os seus livros incluem o bestseller Os Desaparecidos (Dom Quixote, 2009), vencedor do National Book Critics Circle Award e do Prémio Médicis. Uma Odisseia: um Pai, um Filho, uma Epopeia foi finalista do Baillie Gifford Prize para não-ficção e vencedor do Prix Méditeranée 2018.

IMPRENSA
«Um livro esplêndido, vívido e emocionante… uma história profundamente comovente sobre a viagem transformada de pai e filho durante a leitura — e reviver — da Odisseia.» —The New York Times

«Este livro brilhante é o testemunho daquilo que é, talvez, a mensagem mais duradoura da Odisseia: que a inteligência vale pouco se não estiver ligada ao amor.» − The Guardian

0 comentários