Em Setembro, pela Editorial Presença: Ao Sol de Tânger, de Christine Mangan

AO SOL DE TÂNGER Christine Mangan Coleção: Grandes Narrativas nº 701 Tema: Ficção e Literatura Título Original: Tangerine Tr...


AO SOL DE TÂNGER
Christine Mangan

Coleção: Grandes Narrativas nº 701
Tema: Ficção e Literatura
Título Original: Tangerine
Tradução: Miguel Romeira
PVP s/ IVA: 15,00 € PVP c/ IVA: 15,90 €
ISBN: 978-972-23-6264-1 Páginas: 288

THRILLER PSICOLÓGICO DE ALTA TENSÃO
Direitos cinematográficos já adquiridos
Realização de George Clooney
Scarlett Johansson no papel principal

LIVRO
A última pessoa que Alice espera ver quando chegou a Tânger, com o seu novo marido, é Lucy Mason. Depois de um acidente em Bennington, as duas jovens - outrora colegas de quarto inseparáveis - não se viam há mais de um ano. Mas ali está Lucy, a tentar reparar as coisas e recuperar a cumplicidade de antigamente. Alice talvez devesse sentir algum alívio por ter ali uma amiga, ela ainda não conseguiu adaptar -se à sua vida em Marrocos; tem medo de se aventurar na confusão das medinas e o calor opressivo apavora -a. Lucy, independente e destemida como sempre, ajuda Alice a sair do apartamento e a explorar o país. Porém, Alice depressa dá por si dominada por um sentimento que já conhece: o controlo constante de Lucy . Para agravar a situação, John, o marido de Alice, desaparece e ela começa a questionar tudo à sua volta: a relação com a sua enigmática amiga, a decisão de se mudar para Tânger e até a sua própria sanidade mental . Uma história afiada como um punhal, numa estreia literária cheia de peripécias, exotismo e charme, escrita com tal mestria, que deixará o leitor arrebatado.

AUTORA
Christine Mangan tem um doutoramento em Língua e Literatura Inglesa pela University College de Dublin. A sua tese focou-se na Literatura Gótica do século XVIII e possui um mestrado em Escrita de Ficção pela University of Southern Maine. Ao Sol de Tânger é o seu primeiro romance cujos direitos foram vendidos para 22 países.

IMPRENSA
«Como se Donna Tartt, Gillian Flynn e Patricia Highsmith tivessem escrito o argumento de um filme de Hitchcock - nostálgico e cheio de suspense.» Joyce Carol Oates, romancista

«O thriller de que todos vão falar... Hipnotizante.» Revista Esquire

«Um romance magnífico ambientado num cenário requintado no escaldante norte de África em meados dos anos cinquenta.» The New Yorker

«Fascinante... impossível parar de ler.» The Times

«Provavelmente um dos melhores romances de estreia do ano… uma história singular e de grande tensão.» Entertainment Weekly

0 comentários