Em Outubro, pela Temas e Debates: Comportamento, de Robert M. Sapolsky

Comportamento - A biologia humana no nosso melhor e pior Robert M. Sapolsky Género: Ciências Sociais e Humanas / Psicologia  Form...

Comportamento - A biologia humana no nosso melhor e pior
Robert M. Sapolsky

Género: Ciências Sociais e Humanas / Psicologia 
Formato: 15 x 23,5 cm 
N.º de páginas: 896 
PVP: € 24,90 
ISBN: 9789896445225
Tradução: Giovane Salimena e Vanessa Barbara

«Carrego um conjunto confuso de sentimentos sobre violência, agressividade e competição. Assim como a maioria dos seres humanos. (…) Este é um ponto central deste livro: nós não odiamos a violência. Odiamos e tememos o tipo errado de violência, aquela que ocorre no contexto errado. Porque a violência no contexto certo é diferente. Pagamos bom dinheiro para vê-la num estádio, ensinamos os nossos filhos a responder-lhe e orgulhamo-nos quando, numa meia-idade já decrépita, conseguimos atingir o adversário com um desonesto golpe de cintura durante um jogo de basquete de fim de semana.» «Comportamento», de Robert M. Sapolsky, chega às livrarias portuguesas na próxima sexta-feira e ajudará o leitor a compreender o melhor e o pior da biologia humana. Explorando a biologia da violência, da agressividade e da competição, esta obra analisa ainda os comportamentos e os impulsos que estão por trás destes comportamentos e ajuda a defini-los como positivos ou negativos. Trata-se, ainda, de um livro sobre a forma como as pessoas se magoam mutuamente e sobre o que a biologia ensina sobre a cooperação, a afiliação, a reconciliação, a empatia e o altruísmo. Fruto de longos anos de investigação, «Comportamento» responde a questões profundas e complexas relacionadas com tribalismo e xenofobia, hierarquia e competição, moralidade e livre-arbítrio, guerra e paz. Robert L. Sapolsky leva o leitor numa viagem única que responde a uma das grandes questões da humanidade: Porque fazemos o que fazemos? O resultado é uma das mais deslumbrantes expedições ao mundo da ciência do comportamento humano jamais realizadas, uma síntese majestosa que se baseia nos resultados da investigação de diversas disciplinas para criar uma perspetiva subtil e cheia de matizes sobre os porquês de fazermos as coisas que fazemos… para o bem e para o mal.

Referências na Imprensa Internacional:
«Comportamento assemelha-se a um grande romance, com prosa excelente e pormenores enciclopédicos. Narranos a história mais empolgante que podemos imaginar.» Edward O. Wilson, Professor emérito, Universidade de Harvard

«Leia este livro maravilhoso e nunca mais ficará surpreendido pela variedade e profundidade dos maus comportamentos humanos. Todos possuímos o potencial para refletirmos as adversidades da infância nos nossos entes queridos e para formarmos grupos tribais que tratam os forasteiros como seres inferiores. Porém, a leitura deste livro diz-nos que há esperança de conseguirmos controlar esses comportamentos muito melhor do que pensamos. Na realidade, dá-nos mais do que esperança: explica-nos como podemos revelar mais do nosso melhor e menos do nosso pior. Um livro cheio de boas notícias.» Charles Duhigg, autor de The Power of Habit e Smarter Faster Better

«Tão diversificado como profundo, é um livro colorido, eletrizante e emocionante. Sapolsky sabe utilizar o seu profundo saber para formular perguntas fundamentais sobre o comportamento humano – de atos de ódio a atos de amor, da nossa tendência para desumanizar à nossa capacidade para re-humanizar.» David Eagleman, neurocientista da Universidade de Stanford

«Comportamento é uma obra muito bem construída sobre a biologia da moralidade. Sapolsky propõe diversas abordagens do tema, recorrendo a várias escalas e sistemas temporais. Mostra-nos como todas as perspetivas e sistemas se interligam, faz-nos rir e deslumbra-nos. Sapolsky não é apenas um primatólogo de primeira linha: é um grande escritor e um guia soberbo para a natureza humana.» Jonathan Haidt, Universidade de Nova Iorque, autor de The Righteous Mind

«Um livro milagroso, de longe a melhor obra jamais escrita sobre a violência, a agressividade e a competição. A profundidade e amplitude da erudição de Sapolsky são espantosas, pois resultam da sua própria investigação e do seu vasto conhecimento da bibliografia sobre neurobiologia, genética e ciência do comportamento. Aborda, por exemplo, a questão do livre-arbítrio com uma clareza que costuma estar ausente das obras filosóficas sobre o tema. Tudo isso com brilhantismo e num estilo leve e divertido que demonstra porque é reconhecido como um dos grandes professores de ciência da atualidade.» Paul R. Ehrlich, professor da Universidade de Stanford e autor de Human Natures

LIVRO
Porque fazemos o que fazemos? Resultado de mais uma década de trabalho, este livro transformador é a tentativa de Robert Sapolsky responder à pergunta de uma maneira completa, uma proeza para a qual talvez apenas ele, com o seu olhar multidisciplinar, esteja habilitado. Sapolsky adota uma postura de contador de histórias que é cativante, mas também possui uma lógica poderosa: começa por analisar os fatores que influenciam a reação de uma pessoa no momento preciso em que um comportamento se manifesta, e depois recua no tempo, por etapas, desembocando por fim na história da nossa espécie e do nosso legado evolucionista. A primeira categoria de explicação é neurobiológica. Um comportamento manifesta-se. O que se passou no cérebro de pessoa um segundo antes de o comportamento se manifestar? Sapolsky faz-nos recuar um pouco no tempo: que visão, som ou odor levaram o sistema nervoso a produzir esse comportamento? E que hormonas atuaram, horas ou dias antes, para alterar a reação do indivíduo aos estímulos que fazem disparar o sistema nervoso? A neurobiologia, o mundo sensorial no nosso ambiente e a endocrinologia são importantes para explicar o que se passou. Sapolsky continua: como foi esse comportamento influenciado por alterações estruturais no sistema nervoso ao longo dos meses anteriores, pela adolescência, infância e vida fetal, ou pela constituição genética? Por último, pondera os fatores supra-individuais: como modelou a cultura o grupo em que se insere o indivíduo? Que fatores ecológicos com milénios de existência geraram essa cultura? O resultado é uma das mais deslumbrantes expedições ao mundo da ciência do comportamento humano jamais realizadas, uma síntese majestosa que se baseia nos resultados da investigação de diversas disciplinas para criar uma perspetiva subtil e cheia de matizes sobre os porquês de fazermos as coisas que fazemos… para o bem e para o mal.

AUTORA
Robert M. Sapolsky é autor de várias obras de não-ficção, como A Primate’s Memoir, The Trouble with Testosterone e Why Zebras Don’t Get Ulcers. Professor de Biologia e Neurologia na Universidade de Stanford, foi premiado pela MacArthur Foundation. 

0 comentários