[10 Anos Blog BranMorrighan] João Vairinhos é o novo artista da Mixtape

Um dos maiores privilégios que tenho tido desde que criei o BranMorrighan é conhecer e lançar novos talentos. Bem, quando digo novos, nã...


Um dos maiores privilégios que tenho tido desde que criei o BranMorrighan é conhecer e lançar novos talentos. Bem, quando digo novos, não digo necessariamente em idade ou até em experiência, mas imaginem um artista que esteve sempre em bandas e que de repente ousa lançar o seu material a solo. Já aconteceu e volta agora a acontecer com o João Vairinhos, um dos bateristas mais talentosos do nosso punk/rock/doom/tudo-o-que-quiserem. Depois de algum tempo fora dos palcos, nos últimos anos tem tocado com os Löbo e com Ricardo Remédio, mas é também um dos dinamizadores da Regulator Records. Aliás, deixem-me partilhar convosco uma curta BIO oficial:

Apaixonou-se pela bateria aos 14 anos numa garagem, como milhares de miúdos dessa idade, e aos 18 anos juntou-se a 3 amigos e fundou a banda punk/hardcore DAY OF THE DEAD, que acabou por fazer 5 tours internacionais (Europa, Estados Unidos e Brasil). Nos dias que correm é baterista dos THE YOUTHS, dos LÖBO e colabora no projecto a solo do RICARDO REMÉDIO (LÖBO, RA).

Quis o universo que nos cruzássemos e desafiei-o então a criar um tema da sua autoria para a Mixtape dos #10anosblogbranmorrighan. Esta publicação já vem com uns dias de atraso (as teses de doutoramento conseguem ser castradoras), mas não podia estar mais orgulhosa do feedback que tenho visto desde que o João começou a partilhar esta sua estreia a solo. Acredito que não seja fácil sair-se da pele de estar numa banda, em que a atenção é partilhar, para se ser o foco da atenção, mas há talento que seria um desperdício não ser manifestado. E como uma coisa não invalida a outra, vão continuar a ver o João Vairinhos a tocar em bandas (aliás, ele toca com o Ricardo Remédio na festa de aniversário do blogue já no dia 18 de Janeiro no Musicbox) e, daqui a uns tempos, espero eu, a solo também. Ora ouçam.

0 comentários