[Diário de Bordo] Consta que já sou Doutora!

Bom dia! Para quem segue as minhas redes sociais, certamente já viu esta imagem e já sabe do que se trata. Na passada Terça-feira,...


Bom dia!

Para quem segue as minhas redes sociais, certamente já viu esta imagem e já sabe do que se trata. Na passada Terça-feira, dia 2 de Junho, defendi a minha tese de doutoramento, com o título "Complex networks analysis from an edge perspective"! Acabou por correr tudo bem e fui Aprovada com Distinção por unanimidade!

Confesso que ainda não senti bem este fechar de ciclo. O meu dia-a-dia tem sido uma montanha russa tão grande que nos últimos meses ainda não passei uns dias sem que não tivesse que me preocupar com uma responsabilidade qualquer impossível de delegar. Foi a viagem a Indiana, os exames das minhas cadeiras, a viagem a Itália, mais exames, a defesa da tese, época especial, a viagem a Amsterdão por preparar, etc etc etc. Aliás, eu defendi Terça-feira, e na Quarta-feira de manhã já estava na Arrábida nos Encontros Caminhos da Complexidade de 2019 a apresentar um trabalho que foi feito em paralelo com a minha tese de Doutoramento sobre emergência de justiça social com base na forma como se escolhem as pessoas a ter mais poder, com base no Jogo do Ultimato. Trabalho esse que vou também apresentar em Amesterdão já daqui a semana e meia! Quem quiser explorar e tiver curiosidade naquilo que ando a fazer basta ir à minha página académica - https://andreiasofiateixeira.wordpress.com

É claro que estou super contente e orgulhosa. Mas também é óbvio que estou profundamente grata. Não quero fazer desta entrada uma entrada de agradecimentos, mas vou ter de mencionar pelo menos: os meus orientadores, tão fundamentais e com quem aprendi e cresci tanto, Alexandre P. Francisco e Francisco C. Santos; a minha família (incluíndo o pequeno Bran no último ano e meio), sempre presente nos momentos mais fundamentais; os meus amigos mais próximos que acompanharam cada crise existencial minha e cada grito do Ipiranga: Eugénio Ribeiro, Nuno Capela, Ana Sofia Correia, Jorge Oliveira, Miguel Coimbra e Manuela Sado; e, claro, os meus co-autores (para além dos meus orientadores), sem os quais nada disto teria sido tão entusiasmante: Pedro T. Monteiro, João A. Carriço, Mário Ramirez, Luís Russo, Pedro C. Souto, Fernando P. Santos e Francisco Fernandes. Ah! Um último agradecimento, mas tão especial... Família Omnichord Records! Tão inspiradores e tão gente boa que me ajudou a sobreviver a todo este processo! E, já agora, a todos os artistas com quem trabalhei ao mesmo tempo do doutoramento :) (É o que eu digo, ficava aqui infinitamente!)

Também na defesa estiveram presenças muito especiais. Desde alunos meus de Fundamentos da Computação do Mestrado em Ciência Cognitiva na FCUL, um professor do Técnico de quem fui aluna e com quem já tive o prazer de dar aulas, um dos meus primeiros alunos no Técnico, colegas antigos do curso, novos colaboradores e ainda colegas que estão agora na sua demanda para terminarem o seu doutoramento. Foi, sem dúvida, um momento muito especial. 

Esta semana continuo de mangas arregaçadas, com muito trabalhinho pela frente, mas também vão ser partilhadas algumas reportagens pelo João Morales e conto também escrever alguns textos sobre pelo menos dois ou três livros. Gostava de vos dizer que já sei quando vou de férias, mas é um conceito ainda muito distante! Eheheh. Fiquem desse lado que esta semana vai ser mais animada no blogue, com muitas novidades! Muito obrigada pelo vosso apoio :) 

0 comentários