[DESTAQUE] Novidade Companhia das Letras: Princípio de Karenina, de Afonso Cruz

Princípio de Karenina Afonso Cruz Companhia das Letras ISBN 978-989-665-692-8 189 páginas PVP c/IVA 15,50€ Uma carta de ...


Princípio de Karenina
Afonso Cruz

Companhia das Letras
ISBN 978-989-665-692-8
189 páginas
PVP c/IVA 15,50€

Uma carta de amor de um pai a uma filha que não conhece.

LIVRO
Um pai dirige-se à filha que não o conhece e conta-lhe a sua história, a história de ambos, revelando distâncias e aproximando-se por causa disso, numa entrega sincera e emocional. Uma viagem até aos confins do mundo, até ao Vietname e Camboja, até ao território que antigamente se designava como Cochinchina, para encontrar e perceber aquilo que está mais perto de nós, aquilo que nos habita.
Um pai que ergue muros de silêncio, uma mãe que revela as costuras do Mundo, uma criada velhíssima, um amigo que quer ser campeão de luta, uma amante que carrega sabores e perfumes proibidos. São estas algumas das inesquecíveis personagens que rodeiam este homem que se dirige à filha, que testemunham — ou dificultam — essa procura do amor mais incondicional.
Uma busca que nos leva, a todos, a chegar tão longe, para lá de longe, para nos depararmos connosco, com as nossas relações mais próximas, com os nossos erros, com as nossas paixões, com as nossas dores e, ao somar tudo isto, entre sofrimento e júbilo, encontrar talvez felicidade.

AUTOR 
Escritor, ilustrador, cineasta e músico da banda The Soaked Lamb, nascido em Julho de 1971, na Figueira da Foz. Escreve regularmente para o Jornal de Letras, Artes e Ideias e para a revista «Evasões 360˚» do DN.  Recebeu vários prémios e distinções nas diversas áreas em que trabalha, vive no campo e gosta de cerveja.
Os seus livros estão publicados em vários países.
Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2009 
(Os Livros Que Devoraram o Meu Pai)
Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco/APE 2010 (Enciclopédia da Estória Universal)
Prémio Autores 2011 SPA/RTP; escolha White Ravens 2011; Menção especial 
do Prémio Nacional de Ilustração, Lista 
de Honra do IBBY (International Board 
on Books for Young People); Prémio Ler/
/Booktailors na categoria Melhor Ilustração Original e Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração 2011 (A Contradição Humana)
Prémio da União Europeia para a Literatura 2012 (A Boneca de Kokoschka)
Prémio Time Out — Melhor Livro do Ano, 2012 (Jesus Cristo Bebia Cerveja)
Prémio Sociedade Portuguesa de Autores 2013 (Para Onde Vão os Guarda-Chuvas)
Prémio Nacional de Ilustração 2014 (Capital)
Prémio Fernando Namora 2015 (Flores)
Prémio da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil do Brasil — FNLIJ 
2017 (O Pintor Debaixo do Lava-loiças)

0 comentários