Opinião: Mortina – Uma História de Morrer a Rir, de Barbara Cantini

Mortina – Uma História de Morrer a Rir Barbara Cantini Editora: Bertrand Sinopse:  http://www.branmorrighan.com/2018/10/em-o...


Mortina – Uma História de Morrer a Rir
Barbara Cantini


Editora: Bertrand




OPINIÃO: Existem sempre duas alturas do ano em que algumas pessoas aproveitam para se expressarem como bem querem, dando-se à liberdade de vestir a rigor consoante quem querem incorporar. A verdade é que, infelizmente e muitas vezes, estas alturas acabam por ser das poucas oportunidades que sentem de se manifestarem por inteiro, seja por medo de preconceitos ou represálias. Em época de Halloween, Barbara Cantini traz até nós a história de Mortina, uma menina morta-viva, que nos atinge precisamente no que toca a aceitarmos o próximo tal como ele é. 

Este pequeno livro faz as delícias de miúdos e graúdos. As ilustrações são vivas e a palete de cores contrastante. A pequena narrativa acaba por ser completa a conjugar um assunto sério com humor e comoção. Talvez na vida real o desfecho desta pequena aventura de Mortina não tivesse tido o desfecho que teve - adorei o suspense através da evolução das ilustrações. Muito, muito bom! Ainda assim, acho que é também um dos aspectos que nos conquista neste livro. Haver esperança de que os mais pequenos sejam mais tolerantes e que possam mudar o futuro. O outro aspecto é, claramente, o fascínio em tudo o que rodeia Mortina. A mansão onde vive, o seu pequeno cão, que não sabemos se é um morto-vivo ou se está completamente vivo, a forma como a sua avó reage... Tudo num tom meio assombrado, mas completamente adorável. A história de Mortina merece ser lida e parece que vamos ter mais aventuras suas! É aguardar. Aqui fica uma bela sugestão de prenda de Natal para os mais novos. 

0 comentários