[10 Anos Blog BranMorrighan] A Mixtape - Depois de André Barros é a vez de Slowburner

Slowburner é o protagonista do segundo tema da Mixtape dos #10anosblogbranmorrighan! Uma primeira curiosidade é que o Élvio Rodrigues, a...


Slowburner é o protagonista do segundo tema da Mixtape dos #10anosblogbranmorrighan! Uma primeira curiosidade é que o Élvio Rodrigues, aka Slowburner, foi meu colega de faculdade há perto de uma década atrás. Nunca fomos do mesmo círculo de amigos, mas cruzávamo-nos com frequência pelos edifícios da RNL, no Instituto Superior Técnico. Claro que a vida acontece e, tal como na maioria dos casos, terminado o curso nunca mais o voltei a ver. 

Há umas semanas, já comigo enquanto professora na Faculdade de Ciências, um colega meu, o José Coelho, falou-me neste rapaz que tocava piano como ninguém e que até já o tinha levado a tocar no telhado da sua casa. Como sou aficcionada por piano, fui ver quem era e ele até comentou comigo que achava que nós tínhamos sido colegas, já que ele também tinha andado no IST e era mais ou menos da nossa idade. Na mouche

Nem queria bem acreditar. Não que fosse duvidar do talento do Élvio, mas foi tão imprevisível para mim que fiquei ligeiramente em choque. E por boas razões. Depois de visitar o bandcamp do Slowburner, rapidamente me apercebi que ele é um daqueles raros talentos que ninguém devia perder, mas que quase ninguém conhece. Como já tinha a ideia da Mixtape em mente, não tardei a convidá-lo e ele prontamente aceitou. 

O resultado é o que podem ouvir através do bandcamp. Sublime, magnífico. Ao contrário do que lhe é habitual, em que só toca instrumental, Slowburner decidiu dar voz ao que o momento lhe falava ao ouvido e em "Custe o que custar" temos um tema inédito e especial em todos os sentidos. Confesso, fiquei comovida, para além dos arrepios na espinha provocados pela música. Deixem-se levar e arrebatar por ele. Procurem-no, ouçam-no, apoiem-no. Ele merece.

0 comentários