[Especial Nuno Nepomuceno] A Sessão Fotográfica de A Última Ceia

Fotografia Anna MacCarthy O Nuno Nepomuceno é das pessoas mais talentosas e resilientes que conheço. Nunca quebra perante as adversidad...

Fotografia Anna MacCarthy

O Nuno Nepomuceno é das pessoas mais talentosas e resilientes que conheço. Nunca quebra perante as adversidades e, através da sua magnífica escrita, tem-nos brindado com romances que se lêem de um fôlego. Conheci-o aquando da publicação de O Espião Português, o seu primeiro romance, e tive o prazer de fazer parte da apresentação dos outros dois volumes da trilogia Freelancer. O salto que deu quando lançou A Célula Adormecida, foi qualquer coisa de outro mundo. Não que a trilogia não tivesse qualidade, mas houve algo que endureceu e amadureceu dentro do escritor. Seguiu-se Pecados Santos e as opiniões são unânimes. Estamos perante um dos melhores escritores da sua geração, pelo menos no que ao romance policial diz respeito.

Quem tem acompanhado o percurso de Nuno Nepomuceno já se apercebeu que ele é perfeccionista ao pormenor. Começando na forma como trata os seus leitores, sendo sempre carinhoso e disponível com eles, e terminando, fundamentalmente, na forma como trata cada uma das suas obras. A produção é toda ela cuidada. Existem registos fotográficos, diários de bordo e, algumas vezes, outras surpresas. O BranMorrighan tem sido palco de alguns desses momentos e volta agora a ter esse privilégio. Nuno Nepomuceno lança seu novo romance policial dia 18 de Janeiro - A Última Ceia.

As fotografias que se seguem fazem parte da sessão fotográfica especial produzida para A Última Ceia e são da autoria da fotógrafa inglesa Anna MacCarthy. A sessão teve lugar em três sítios distintos: Academia Real das Artes de Londres, numa localização privada (quarto de hotel) e nas ruas de Londres. As fotografias junto à cópia de A Última Ceia, por Giampietrino, foram realizadas ao abrigo do acordo escrito entre Nuno Nepomuceno e a Academia Real das Artes de Londres. O livro também contou com a colaboração da própria Academia Real das Artes e do seu respectivo staff. A intriga central do livro é, como poderão facilmente imaginar, o roubo da cópia em óleo sobre tela de A Última Ceia, de Giampietrino e é inspirado em factos verídicos, nomeadamente, em roubos de arte famosos.

Querem saber mais? Capa e sinopse do livro no site do autor: https://www.nunonepomuceno.com/

PS: Por curiosidade, a protagonista do livro chama-se Sofia! Estou para ver quão em sintonia com ela me vou sentir... Se vou sentir de todo! Ainda não sei detalhes sobre a história, mas estou ansiosa por lhe colocar os olhos em cima. 












0 comentários