Esperança e "milk and honey"

Tirei esta fotografia com o meu telemóvel (não tem qualquer tipo de filtro ou tratamento, estava mesmo muito nevoeiro às 9h30 da manhã) ...


Tirei esta fotografia com o meu telemóvel (não tem qualquer tipo de filtro ou tratamento, estava mesmo muito nevoeiro às 9h30 da manhã) enquanto dava a minha caminhada matinal no trilho do Tejo. Provavelmente não inspira muito esperança. É, talvez, até desoladora. No entanto, há qualquer coisa nela, talvez aquela espécie de sol que quer espreitar, que me conforta e desconforta ao mesmo tempo. A fase pela qual estou a passar também está cheia desses altos e baixos. Quem disse que fazer um doutoramento não deixava as suas marcas?  

Como sabem, tinha como missão escrever pelo menos um artigo decente por semana aqui no blogue, mas o ano começou e eu continuei numa maratona desenfreada para cumprir uma missão que verá o seu termino no máximo na próxima Segunda-feira. Tem sido duro, tem sido cansativo, o mundo não pára de girar e eu continuo a ter de corresponder às minhas obrigações académicas e ainda tentar que as festas de aniversário tenham a atenção que merecem. Esperança! Não por mim. E quem me conhece sabe que se ainda me dou ao esforço de organizar concertos é porque acredito que as bandas que convido merecem a devida atenção e tento proporcionar-lhes uma oportunidade, em casas de referência, para se darem a conhecer. Ah! E a bela mixtape de comemoração de aniversário. Ainda não estão todas as músicas divulgadas, mas já ouviram as três belezas que já se encontram online? Visitem https://branmorrighan.bandcamp.com ! :)


Esta imagem está muito tosca, mas no meio da maratona que tem sido a vida, decidi pegar no livro milk and honey, de rupi kaur, que a Joana Gonzalez - amizade para uma vida que teve origem nos nossos blogue, o dela éo blogue As Histórias de Elphaba - me ofereceu num aniversário. Esta é uma das suas magníficas páginas. Que livro belíssimo. Que poesia brutal. Há páginas tão fortes entramos numa dimensão completamente visceral. A poesia consegue ser bela, mas também avassaladora. Este é um livro que entra na categoria daqueles que quero manter sempre perto de mim. Que na minha casa tem de estar num lugar de alta exposição. Que me faça lembrar. Que me lembre de que os traumas, a dor, o amor e a cura fazem todos parte da nossa vida e que podemos ser tão fortes quanto ousarmos ser. Esperança! Convido-vos a visitarem o meu instagram - https://instagram.com/sofiateixeira_branmorrighan/ - a verem as histórias que publiquei relacionadas com este livro. Ainda não sei se irei escrever um artigo só sobre o livro, mas espero que sim. 

Muito obrigada por se manterem desse lado e, não se esqueçam, se estiverem por Lisboa dia 18 de Janeiro é aparecer no Musicbox a partir das 21h! Ora espreitem a noite maravilhosa que vamos ter: http://www.branmorrighan.com/2019/01/branmorrighan-comemora-10-anos-no.html

0 comentários