Opinião: Príncipe Mecânico/Clockwork Prince (Caçadores de Sombras - As Origens #2) de Cassandra Clare

Príncipe Mecânico (Caçadores de Sombras - As Origens #2) Cassandra Clare Editora : Grupo Planeta Sinopse : No submundo mágic...

Príncipe Mecânico (Caçadores de Sombras - As Origens #2)
Cassandra Clare


Editora: Grupo Planeta

Sinopse: No submundo mágico da Londres vitoriana, Tessa Gray encontrou por fim a segurança com os Caçadores de Sombras. Mas esta torna-se efémera quando forças desonestas na Clave se revelam para destruir a sua protectora, Charlotte, e substituí-la como chefe do Instituto. Se Charlotte perder a sua posição, Tessa será posta na rua – e presa fácil para o misterioso Magister, que deseja usar os poderes de Tessa para os seus fins obscuros. Com a ajuda do bonito e autodestrutivo Will e do devotado e dedicado Jem, Tessa descobre que a guerra do Magister contra os Caçadores de Sombras é pessoal.
Quando encontra um demónio mecânico com um aviso de Will, apercebe-se que o Magister sabe de todos os seus movimentos… e que um deles os traiu. Tessa descobre que o seu coração está cada vez mais atraído por Jem, apesar do seu anseio por Will e dos sombrios estados de alma que continuam a abalar a sua confiança. Mas algo está a mudar em Will… a parede que construiu à sua volta desmorona-se.
A verdade leva os amigos para o perigo, e Tessa descobre que quando o amor e mentiras se misturam podem corromper até o coração mais puro.


Opinião: Apesar de ter o livro em português, surgiu a oportunidade de ler a versão original em formato digital e lá andei eu com o meu Kobo para a frente e para trás. Penso que foi a primeira obra publicada que li neste formato e neste aparelho ficando agradavelmente surpreendida. Primeiro, porque ler as versões originais faz-me sempre sentir mais genuinamente dentro da história e depois porque dei-me realmente bem com o Kobo. Confesso que senti a falta do virar e da textura das páginas, mas por outro lado o peso que transportei foi bem menor. Esta será, portanto, uma opinião à versão original do Príncipe Mecânico - Clockwork Prince.

Este segundo volume d'As Origens, tendo sido Anjo Mecânico o primeiro, veio colocar tudo de pernas para o ar. Os acontecimentos são mais do que surpreendentes e alguns deixam o leitor de coração nas mãos. Em termos de evolução da história em si, não se passa nada de extraordinário, mas em termos da evolução das personagens é impossível ficarmos indiferentes. Will e Magnus criaram uma parceria cujas motivações de Magnus ainda estão por descobrir, James e Tessa entram num processo de descoberta em tom de romântica  tragédia e o Instituto está cada vez mais em perigo de cair nas mãos erradas.

A leitura foi vertiginosa e Cassandra Clare afirma-se, cada vez mais, como uma escritora versátil mesmo escrevendo livro após livro no mundo dos Caçadores de Sombras. Se na versão de Clary e Jace já tínhamos assistido a um pequeno triângulo amoroso, nesta série a escritora superou qualquer expectativa que eu pudesse ter. Não faço ideia do rumo que a autora vai dar a Jem, Tessa e Will e confesso que no fundo nem sei bem para que lado hei-de tender - o que em termos de confrontação com um triângulo amoroso literário é uma novidade! As emoções, tanto destes como dos restantes personagens, foram um aspecto profundamente explorado com beleza e mestria. O ambiente steampunk continua descrito de forma deslumbrante.

Gostei imenso do enredo deste Clockwork Prince e fui completamente sugada para aquele universo. Ler na língua mãe da autora penso que contribuiu, em grande medida, para o entusiasmo da leitura. Nas traduções acaba-se sempre por se perder um pouco da intenção do autor, ou até das descrições e sentimentos dos personagens devido a cada língua ter as suas próprias expressões. Gostei imenso da escrita de Cassandra Clare, agora testemunhada em primeira mão, e estou completamente ansiosa pelo próximo livro Clockwork Princess. Cá em Portugal sai já no próximo mês! Ainda não sei se lerei em PT ou EN, mas é, certamente, uma leitura que não me irá escapar.

2 comentários