E agora, o que se segue? [Diário de Bordo XLII] Uma ida a Leiria, outra à Antena 3, seguida de uma ida às Urgências

Malandros, aposto que leram o título e pensaram logo que eu tinha ido para a borga e consequentemente para as urgências não foi? Se ca...


Malandros, aposto que leram o título e pensaram logo que eu tinha ido para a borga e consequentemente para as urgências não foi? Se calhar se tivesse sido isso a esta hora já andava vivinha da silva novamente e cheia de energia, coisa que não é o caso. Não se assustem, não é nada que não se resolva e não tarda passo a explicar, até porque é muito por causa disso que o blogue tem andado mais calminho. Ah! Não sabiam que eu era Andreia? Yes, I am. 

Mas comecemos pelas coisas boas, no dia 31 de Janeiro fiz mais uma visita àquela que se está a tornar numa cidade muito, muito especial para mim - Leiria. Com a promessa de dois grandes concertos nessa noite no Beat, peguei em mim pela hora de almoço, meti-me no Expresso e lá fui eu. Mini tour por Leiria nessa tarde para acabar a jantar com a malta de First Breath After Coma e Bússola. Seguiram-se dois concertos do caraças. Já aqui falei sobre Bússola, também não falta material de First Breath After Coma, mas nunca é demais realçar que são dois projectos dos quais é impossível cansar-me e que é sempre com um grande gosto e sorriso no rosto que os vejo. A noite continuou na pista de dança com Carlos Matos a passar música e tenho a dizer que não há nenhum outro sítio em Portugal, que eu tenha visitado até agora, que passe música tão ao meu gosto como o Beat aos Sábados. Vénia ao Carlos e ao seu gosto, e um grande abraço à malta que sempre me recebe tão bem em Leiria, principalmente aquele núcleo já constante que para mim já são como família. E vocês sabem quem são. 



Como isto de escrever ao PC neste momento é mesmo doloroso, vou encurtar, injustamente, este diário relatando apenas mais duas coisas. Nessa semana tive a fantástica oportunidade de ir à Antena 3, com azul-revolto e Twisted Freak, falar sobre estes dois projectos, o aniversário no Musicbox e ainda sobre aquele que vai acontecer Sexta-feira no Maus Hábitos - tudo a convite do Rui Estêvão para o seu Antena 3 Purpurina. Podem ouvir o podcast aqui. Ficou a promessa de novas sessões, novas conversas, pois muito se falou, mas ainda mais ficou por falar e quando se juntam pessoas que realmente querem fazer as coisas acontecerem pelo gosto, independentemente de tudo o resto, só pode dar certo. 



Em relação à primeira fotografia, estou com alguns problemas de coluna, já andava há umas semanas, mas na Quinta-feira passada a coisa agravou-se e a Saúde 24 mandou-me para as urgências (foram só 10h de hospital, 3 injecções, medicação na veia, medicação oral, nada de especial, a sério). Estou proibida de fazer esforços, o computador só mesmo para coisas mínimas, basquete nem vê-lo... Passei do 80 para o 8 em que de workaholic passei para estar na cama ou no sofá o dia inteiro. Os primeiros dois ou três dias até tiveram piada (vi Game of Thrones e vi mais uma season ou outra de outras séries), mas como nem ler posso, por causa do peso dos livros, isto tem sido um nadinha, nadinha mesmo, frustrante. De qualquer maneira, e ainda bem que o Maus Hábitos tem cadeiras e não preciso de um computador para isso, a festa de Sexta-feira vai acontecer e só espero que possam aparecer todos e que se divirtam IMENSO! 


Deixo os últimos destaques para o seguinte:

  • Livro da Rosa Montero, puramente brutal (link aqui)
  • Novo EP do Twisted Freak, o meu trabalho dele preferido (link aqui)
  • Os Imploding Stars estiveram a Lisboa e arrasaram (link aqui)
  • Nova Playlist da Quinzena com Mixtape do nosso Twisted Freak aqui
  • Álbuns de Atillla e Equations já disponíveis, procurem por eles porque estão brutais
  • Os Salto continuam em Tour, com o seu Mar Inteiro, é de aparecer
  • Os Paus começam uma nova tour europeia neste Sábado e já foram entrevistados sobre isso aqui
  • Temos já um ano de Biruta Records com uma música muito especial, aqui
  • Vieram parar 21 livros novos às minhas estantes em Janeiro (aqui)
  • E continuam a haver passatempos bons aqui

E assim me despeço, até um próximo Diário de Bordo, quando já conseguir escrever em condições e sem que tenha de parar umas quantas vezes só para escrever este bocadinho. Beijos! 


0 comentários